Quarta-feira, novembro 16, 2022
Guia de viagem do Brasil - Travel S Helper

Brasil

guia de viagem

O Brasil, formalmente a República Federativa do Brasil, é a maior nação da América do Sul e da América Latina. Como a quinta maior nação do mundo em termos de território e população, é também o maior país com o português como língua oficial e o único nas Américas. O Brasil, limitado a leste pelo Oceano Atlântico, tem um litoral de 7,491 quilômetros de extensão (4,655 milhas). Faz fronteira terrestre com todos os outros países sul-americanos, exceto Equador e Chile, e representa 47.3% da área terrestre do continente. A bacia do rio Amazonas é coberta por uma imensa floresta tropical que abriga uma diversidade de espécies, sistemas biológicos e recursos naturais abundantes espalhados por muitas áreas protegidas. O Brasil é uma das 17 nações megadiversas como resultado desse legado natural único e é o tema de muita atenção e discussão mundial sobre desmatamento e preservação ambiental.

O Brasil era habitado por muitas tribos indígenas antes da chegada do explorador Pedro lvares Cabral em 1500, quando reivindicou a região para o Império Português. O Brasil foi colônia de Portugal até 1808, quando a capital do império foi transferida de Lisboa para o Rio de Janeiro. A colônia foi elevada ao status de reino em 1815 como parte do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves. Em 1822, o Império do Brasil foi estabelecido como um estado unificado governado por uma monarquia constitucional e um sistema parlamentar. A primeira constituição, ratificada em 1824, resultou no estabelecimento de uma legislatura bicameral, atualmente conhecida como Congresso Nacional. Em 1889, após um golpe militar, a nação tornou-se uma república presidencialista. Em 1964, uma junta militar autoritária assumiu o controle e governou até 1985, quando o governo civil foi restaurado. O Brasil é uma república federativa democrática, conforme definido pela atual constituição do país, elaborada em 1988. A federação é composta pelo Distrito Federal de Colúmbia, 26 estados e 5,570 municípios.

A partir de 2015, a economia do Brasil era a nona maior do mundo em termos de PIB nominal e a sétima maior em termos de PIB (PPC). O Brasil, membro do BRICS, foi uma das principais economias de crescimento mais rápido do mundo até 2010, graças a reformas econômicas que renderam ao país uma reputação e influência mundial sem precedentes. O banco de desenvolvimento do Brasil é fundamental para o progresso econômico do país. O Brasil fundou as Nações Unidas, o G20, o BRICS, a Unasul, o Mercosul, a Organização dos Estados Americanos, a Organização dos Estados Ibero-Americanos, a CPLP e a União Latina. O Brasil é uma potência regional na América Latina e uma potência média na política internacional, com alguns especialistas prevendo que poderá emergir como uma potência global em um futuro próximo. O Brasil, um dos principais celeiro do mundo, tem sido o maior produtor de café do mundo nos últimos 150 anos.

Voos e hotéis
pesquise e compare

Comparamos preços de quartos de 120 serviços de reserva de hotéis diferentes (incluindo Booking.com, Agoda, Hotel.com e outros), permitindo que você escolha as ofertas mais acessíveis que nem sequer estão listadas em cada serviço separadamente.

100% Melhor Preço

O preço de um mesmo quarto pode variar dependendo do site que você está usando. A comparação de preços permite encontrar a melhor oferta. Além disso, às vezes o mesmo quarto pode ter um status de disponibilidade diferente em outro sistema.

Sem cobrança e sem taxas

Não cobramos comissões ou taxas extras de nossos clientes e cooperamos apenas com empresas comprovadas e confiáveis.

Classificações e Comentários

Usamos o TrustYou™, o sistema de análise semântica inteligente, para coletar avaliações de muitos serviços de reserva (incluindo Booking.com, Agoda, Hotel.com e outros) e calcular as classificações com base em todas as avaliações disponíveis online.

Descontos e ofertas

Procuramos destinos através de uma grande base de dados de serviços de reservas. Desta forma, encontramos os melhores descontos e os oferecemos a você.

Brasil - Cartão de Informações

população

214,047,375

Moeda

Reais (R$) (BRL)

fuso horário

UTC-2 a -5 (BRT)

Área

8,515,767 km2 (3,287,956 sq mi)

Código de chamada

+55

Língua oficial

Português

Brasil | Introdução

Pessoas no Brasil

Ao longo de sua história, o Brasil absorveu diversos povos e práticas. O Brasil é um caldeirão de diversos grupos étnicos, o que atenua um pouco o preconceito étnico e o conflito racial, embora a longa escravidão e até o genocídio dos povos indígenas tenha cobrado seu preço. O preconceito é geralmente dirigido contra diferentes classes sociais e não entre raças. No entanto, a raça, referida pela cor da pele, continua sendo um fator de divisão na sociedade brasileira, e é perceptível que a pele geralmente se torna mais escura à medida que se desce na escala social: os ricos da classe alta tendem a ser brancos; muitos membros da classe média são mestiços e a maioria dos pobres são negros. Hoje, no entanto, afro-brasileiros e ameríndios estão cada vez mais conscientes de seus direitos civis e rica herança cultural, e podem esperar alcançar a mobilidade social por meio da educação.

Em geral, os brasileiros são um povo que gosta de diversão. Enquanto os sulistas podem ser considerados um pouco mais tranquilos e reservados, os cariocas do norte podem ostentar uma atitude animada e uma apreciação pelo lazer.

A amizade e a hospitalidade são muito valorizadas pelos brasileiros, e os laços familiares e as interações sociais são muito valorizados. Para as pessoas que já conhecem, ou pelo menos conhecem seus nomes, os brasileiros geralmente são muito abertos, amigáveis ​​e às vezes até generosos. Uma vez apresentado, um brasileiro típico irá tratá-lo tão calorosamente quanto um melhor amigo até que tenha um bom motivo para não o fazer. Os brasileiros têm fama de ser uma das pessoas mais hospitaleiras do mundo e os estrangeiros geralmente são tratados com respeito e muitas vezes com admiração genuína. Dito isso, o turismo no Brasil, como na maioria dos países do mundo, traz à tona o lado mais sombrio da humanidade.

As atitudes em relação aos estrangeiros também podem estar sujeitas a diferenças regionais:

  • O estado de Santa Catarina recebe seus turistas de língua espanhola com placas bilíngues e comitês de boas-vindas.
  • Em Salvador, a maior cidade do Nordeste, quem fala, age ou se parece com um turista (até mesmo outros brasileiros!) pode pagar preços mais altos, principalmente em estacionamentos, restaurantes, etc.

A maioria dos brasileiros é honesta e genuinamente simpática, mas muitos estão acostumados a pequenos atos de corrupção na vida cotidiana, conhecidos como jeitinho brasileiro. Se você obviamente parece um turista, você é um alvo em potencial; por exemplo, um vendedor pode tentar vender mercadorias a preços mais altos ou um motorista de táxi pode escolher a rota mais longa para o seu destino. Isso não significa que você não pode confiar em ninguém, apenas que você deve ser um pouco mais vigilante e cuidadoso, especialmente se alguém parecer muito amigável.

Enquanto as raízes 'ocidentais' da cultura brasileira são em grande parte europeias, especialmente ibéricas, como evidenciado pelas cidades coloniais e edifícios históricos espalhados entre os novos arranha-céus, tem havido uma forte tendência nas últimas décadas para um modo de vida mais 'americano', manifestada na cultura e arquitetura urbana, mídia de massa, consumismo e uma atitude positiva em relação ao progresso tecnológico. No entanto, o Brasil continua sendo uma nação que olha para o Atlântico e não para a América hispânica, e as elites intelectuais buscam inspiração na Europa, especialmente na França, e não nos Estados Unidos. Muitos aspectos da sociedade brasileira, como o sistema educacional, são inspirados nos franceses e podem, à primeira vista, parecer estranhos ao visitante norte-americano.

Brasileiros não são hispânicos. Alguns podem se ofender se um visitante disser isso, ou acreditar que os brasileiros têm o espanhol como idioma principal. Os visitantes serão bem recebidos se tentarem iniciar uma conversa em português. Se o visitante fala espanhol para brasileiros, ele pode responder em português.

Os contrastes deste vasto país fascinam e chocam a maioria dos visitantes, especialmente os europeus, em igual medida. A indiferença de muitos habitantes aos problemas sociais, econômicos e ambientais pode ser desconcertante para os visitantes acostumados a lidar com essas questões em casa. Enquanto uma elite de profissionais bem educados e a classe política compartilham os confortos da sociedade moderna, mesmo em cidades abençoadas com crescimento econômico e investimentos estrangeiros significativos, como São Paulo ou Rio, o trabalho infantil, o analfabetismo e as moradias visivelmente precárias ainda estão presentes.

Embora os brasileiros reconheçam que sua autossuficiência em matérias-primas, agricultura e fontes de energia é uma vantagem considerável para o futuro, eles concordam que será difícil escapar da pobreza e do subdesenvolvimento sem grandes mudanças na educação e no acesso ao empreendedorismo para todos.

Desde o início do século 21, o Brasil enfrenta uma onda crescente de imigração da China, Bolívia e Haiti.

Tempo e clima no Brasil

O clima do Brasil abrange uma ampla gama de condições meteorológicas em uma vasta área e topografia variada, mas a maior parte do país é tropical. De acordo com o sistema de Köppen, o Brasil possui cinco subtipos climáticos principais: equatorial, tropical, semiárido, tropical montanhoso, temperado e subtropical. As diferentes condições climáticas dão origem a ambientes que vão desde florestas equatoriais no norte e desertos semiáridos no nordeste até florestas temperadas de coníferas no sul e savanas tropicais no Brasil central. Muitas regiões têm microclimas muito diferentes.

Um clima equatorial caracteriza a maior parte do norte do Brasil. Não há uma estação seca real, mas há alguma variação na época do ano em que chove mais. As temperaturas médias são de 25°C, com maiores variações entre o dia e a noite do que entre as estações.

No Brasil central, as chuvas tendem a ser sazonais, o que é característico de um clima de savana. Essa região tem o mesmo tamanho da bacia amazônica, mas seu clima é muito diferente, pois fica mais ao sul, em maior altitude. No interior do Nordeste, as chuvas sazonais são ainda mais extremas. Esta região semi-árida recebe geralmente menos de 800 milímetros de chuva, a maioria das quais cai em um período de três a cinco meses por ano, às vezes menos, resultando em longos períodos de seca. O Grande Seca (Ótimo Seca) de 1877-78, a pior da história do Brasil, causou cerca de meio milhão de mortes. Uma seca igualmente devastadora ocorreu em 1915.

Ao sul da Bahia, próximo ao litoral, e mais ao sul na maior parte do estado de São Paulo, a distribuição das precipitações muda, com chuvas ao longo do ano. No sul, prevalecem as condições subtropicais, com invernos frios e temperaturas médias anuais que não ultrapassam 18°C; geadas de inverno e queda de neve não são incomuns nas áreas mais altas.

Fusos horários no Brasil

Os fusos horários podem ser confusos no Brasil. O país abrange quatro fusos horários padrão, de UTC-2 a UTC-5, em termos brasileiros “horário de Brasília -2” a “horário de Brasília +1”. Como regra geral, os estados do centro e sudeste do país observam o horário de verão (os relógios são adiantados uma hora), enquanto os demais não. Os visitantes do hemisfério norte também devem ter em mente que o Brasil fica ao sul do equador e que o horário de verão é aplicado em uma época do ano bem diferente daquela a que estão acostumados – de outubro a fevereiro.

  • Horário de Brasília +1 (UTC-2): Fernando de Noronha e algumas outras pequenas ilhas do Atlântico. Não há horário de verão neste fuso horário.
  • Hora brasilia (UTC-3): Sudeste, Sul, Nordeste, Goiás, Distrito Federal, Tocantins, Pará, Amapá. O horário de verão é observado em Goiás, Distrito Federal e nas regiões Sudeste e Sul.
  • Horário de Brasília -1 (UTC-4): Roraima, Amazônia Oriental, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul. Os dois últimos estados observam o horário de verão.
  • Hora de Brasília -2 (UTC-5): Acre, Amazônia Ocidental. Nenhum desses lugares observa o horário de verão.

Turismo no Brasil

No Brasil, o turismo é um setor em crescimento e um elemento fundamental da economia em várias regiões do país. O país recebeu 5 milhões de visitantes em 2010 e é o segundo maior destino da América do Sul e o terceiro da América Latina depois do México e da Argentina em termos de chegadas de turistas internacionais. As receitas do turismo internacional atingiram US$ 6 bilhões em 2010, mostrando uma recuperação da crise econômica de 2008-2009, e recordes históricos de 5.4 milhões de visitantes e US$ 6.8 bilhões em receitas foram estabelecidos em 2011.

As áreas naturais são o produto turístico mais procurado, uma combinação de ecoturismo com atividades de lazer e relaxamento, principalmente sol e praia, além de viagens de aventura e turismo cultural. Os destinos mais procurados são a Floresta Amazônica, as praias e dunas do Nordeste, o Pantanal do Centro-Oeste, as praias do Rio de Janeiro e Santa Catarina, turismo cultural em Minas Gerais e viagens de negócios na cidade de São Paulo.

Em relação ao Índice de Competitividade de Viagens e Turismo (TTCI) 2015, que mede os fatores que tornam atrativo para fazer negócios no setor de viagens e turismo de cada país, o Brasil ocupa a 28ª posição no mundo. As principais vantagens competitivas do Brasil são seus recursos naturais, que ocupam o 1º lugar entre todos os países considerados para este critério, e o 23º em seus recursos culturais, graças aos seus muitos sítios do Patrimônio Mundial. O relatório TTCI destaca os principais pontos fracos do Brasil: a infraestrutura de transporte terrestre continua subdesenvolvida (classificada em 116º), com a qualidade das estradas classificada em 105º; e o país continua a sofrer com a falta de competitividade de preços (classificado 114), em parte devido às altas taxas de passagens e taxas aeroportuárias, bem como preços e impostos elevados. Segurança e proteção melhoraram consideravelmente, ocupando o 75º lugar em 2011, acima do 128º em 2008.

Segundo a Organização Mundial do Turismo (OMT), as viagens internacionais para o Brasil aceleraram em 2000, principalmente em 2004 e 2005, mas desaceleraram em 2006 e as chegadas internacionais pouco aumentaram em 2007-2008. Apesar dessa tendência, as receitas do turismo internacional continuaram a aumentar de US$ 4 bilhões em 2005 para US$ 5 bilhões em 2007, apesar de 330,000 chegadas a menos. Essa tendência favorável é resultado da forte desvalorização do dólar norte-americano em relação ao real, iniciada em 2004, tornando o Brasil um destino internacional mais caro. Esta tendência mudou em 2009, quando o número de visitantes e receitas diminuíram devido à grande recessão de 2008-09. Em 2010, o setor se recuperou e as chegadas superaram os níveis de 2006, atingindo 5.2 milhões de visitantes internacionais, e as receitas desses visitantes chegaram a US$ 6 bilhões. Em 2011, o recorde histórico foi estabelecido com 5.4 milhões de visitantes e US$ 6.8 bilhões em receita.

Apesar das receitas recordes do turismo internacional, o número de turistas brasileiros que viajam para o exterior tem aumentado constantemente desde 2003, resultando em um saldo cambial líquido negativo, pois os brasileiros gastam mais dinheiro no exterior do que os turistas internacionais visitam o Brasil. Os gastos dos turistas no exterior passaram de US$ 5.8 bilhões em 2006 para US$ 8.2 bilhões em 2007, um aumento de 42%, resultando em um déficit líquido de US$ 3.3 bilhões em 2007. Essa tendência se deve ao fato de os brasileiros aproveitarem o real forte para viajar e gastar no exterior a um preço relativamente baixo. Os brasileiros que viajaram para o exterior em 2006 representavam 4% da população do país.

Em 2005, o turismo contribuiu com 3.2% da receita do país com a exportação de bens e serviços e representou 7% dos empregos diretos e indiretos da economia brasileira. Em 2006, o emprego direto neste setor atingiu 1.9 milhão de pessoas. O turismo doméstico é um segmento de mercado fundamental para o setor, pois 51 milhões de pessoas viajaram pelo país em 2005 e a renda direta dos turistas brasileiros atingiu 22 bilhões de dólares, 5.6 vezes mais do que a renda dos turistas internacionais em 2005.

Em 2005, Rio de Janeiro, Foz do Iguaçu, São Paulo, Florianópolis e Salvador foram as cidades mais visitadas por turistas internacionais para viagens de lazer. Os destinos mais procurados para viagens de negócios foram São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Em 2006, Rio de Janeiro e Fortaleza foram os destinos mais procurados para viagens de negócios.

Geografia do Brasil

O Brasil ocupa uma vasta área ao longo da costa leste da América do Sul e abrange grande parte do interior do continente. Faz fronteira com o Uruguai ao sul, Argentina e Paraguai a sudoeste, Bolívia e Peru a oeste, Colômbia a noroeste e Venezuela, Guiana, Suriname e França (região ultramarina francesa da Guiana) ao norte. Faz fronteira com todos os países da América do Sul, exceto Equador e Chile. Inclui também vários grupos de ilhas oceânicas, como Fernando de Noronha, Atol das Rocas, as rochas de São Pedro e Paulo, Trindade e Martim Vaz. Seu tamanho, relevo, clima e recursos naturais fazem do Brasil um país geograficamente diverso. Com suas ilhas atlânticas, o Brasil se estende entre as latitudes 6°N e 34°S e as longitudes 28° e 74°W.

O Brasil é o quinto maior país do mundo e o terceiro maior das Américas, com uma área total de 8,515,767.049 km2 (3,287,956 sq mi), dos quais 55,455 km2 (21,411 sq mi) são água. Ele abrange quatro fusos horários: do UTC-5, que inclui o estado do Acre e a parte mais ocidental da Amazônia, ao UTC-4 nos estados do oeste, ao UTC-3 nos estados do leste (o horário nacional) e ao UTC-2 nas ilhas do Atlântico.

O Brasil é o único país do mundo atravessado pelo equador e pelo Trópico de Capricórnio. É também o único país com território contíguo dentro e fora dos trópicos. A topografia do Brasil também é diversificada e inclui colinas, montanhas, planícies, planaltos e cerrados. Grande parte do terreno situa-se entre 200 e 800 m acima do nível do mar. A principal área de planalto ocupa a maior parte da metade sul do país. As partes noroeste do planalto consistem em um terreno amplo e ondulado pontuado por colinas baixas e arredondadas.

A parte sudeste é mais acidentada, com uma massa complexa de cumes e cordilheiras que atingem alturas de até 1,200 metros (3,900 pés). Essas cadeias incluem as montanhas da Mantiqueira e do Espinhaço e a Serra do Mar. Ao norte, as terras altas da Guiana formam uma importante bacia hidrográfica que separa os rios que fluem para o sul na bacia amazônica daqueles que fluem para o norte no sistema Orinoco na Venezuela. O ponto mais alto do Brasil é o Pico da Neblina com 2,994 metros, o mais baixo é o Oceano Atlântico.

O Brasil possui um sistema fluvial denso e complexo, um dos maiores do mundo, com oito grandes bacias hidrográficas, todas desembocando no Oceano Atlântico. Os principais rios são o Amazonas (o segundo maior rio do mundo e o maior em volume de água), o Paraná e seu principal afluente o Iguaçu (com as Cataratas do Iguaçu), o Negro, o São Francisco, o Xingu, o Madeira e Tapajós.

Demografia do Brasil

A população brasileira era de aproximadamente 190 milhões em 2008 segundo a PNAD (22.31 habitantes por quilômetro quadrado ou 57.8/km²), com uma razão homem/mulher de 0.95:1 e 83.75% da população definida como urbana. A população está fortemente concentrada nas regiões Sudeste (79.8 milhões de habitantes) e Nordeste (53.5 milhões de habitantes), enquanto as duas maiores regiões, Centro-Oeste e Norte, que juntas representam 64.12% do território brasileiro, têm apenas 29.1 milhões de habitantes.

O primeiro censo no Brasil ocorreu em 1872 e registrou uma população de 9,930,478. Entre 1880 e 1930, chegaram 4 milhões de europeus. Entre 1940 e 1970, a população do Brasil aumentou significativamente devido à queda na taxa de mortalidade, embora a taxa de natalidade tenha diminuído ligeiramente. Na década de 1940, a taxa de crescimento anual da população era de 2.4%, subindo para 3.0% na década de 1950 e permanecendo em 2.9% na década de 1960, enquanto a expectativa de vida aumentou de 44 para 54 anos e para 72.6 anos em 2007. década de 1960, de 3.04% ao ano entre 1950 e 1960 para 1.05% em 2008, e deverá cair para uma taxa negativa de -0.29% até 2050, completando a transição demográfica.

Em 2008, a taxa de analfabetismo era de 11.48% e 1.74% entre os jovens (15-19 anos). Foi maior (20.30%) no Nordeste, onde há uma grande proporção de pobres rurais. A taxa de analfabetismo era alta na população rural (24.18%) e menor na população urbana (9.05%).

Raça e etnia

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2008, 48.43% da população (cerca de 92 milhões) se identificava como branca; 43.80% (cerca de 83 milhões) como pardo (marrom); 6.84% (cerca de 13 milhões) como negros; 0.58% (cerca de 1.1 milhão) como asiáticos; e 0.28% (cerca de 536 mil) como ameríndios (oficialmente indígena), enquanto 0.07% (cerca de 130 mil) não indicaram sua raça.

Em 2007, a Fundação Nacional do Índio estimou que havia 67 tribos isoladas diferentes no Brasil, contra 40 em 2005. O Brasil é considerado o país com o maior número de povos isolados do mundo.

Desde a chegada dos portugueses em 1500, tem havido considerável mistura racial entre americanos, europeus e africanos em todas as partes do país (com a ascendência europeia dominando de 65% a 77% nacionalmente de acordo com a grande maioria de todos os estudos autossômicos realizados para toda a população).

A sociedade brasileira é mais dividida em termos de classes, embora haja uma diferença significativa de renda entre os grupos raciais, de modo que o racismo e o classismo podem ser confundidos. A proximidade socialmente significativa de um grupo racial é considerada com base na aparência (fenótipos) e não na ancestralidade, pois irmãos completos podem pertencer a diferentes grupos 'raciais'. Fatores socioeconômicos também são importantes, pois uma minoria de Pardos são tendem a se identificar como brancos ou negros à medida que sobem na escala social. A cor da pele e as características faciais não correspondem inteiramente à ascendência (em geral, os afro-brasileiros são uniformemente mestiços e a ascendência europeia é dominante entre brancos e Castanho com uma contribuição significativa não europeia, mas a variação individual é elevada).

A população parda (oficialmente chamada marrom em português, coloquialmente marrom) é uma categoria ampla que inclui caboclos (americanos assimilados em geral e descendentes de brancos e nativos), mulato (descendentes de brancos e afro-brasileiros principalmente) e cafuzos (descendentes de afro-brasileiros e nativos). Pessoas com considerável ascendência ameríndia formam a maioria da população nas regiões norte, nordeste e centro-oeste.

Maiores percentuais de pretos, mulatos e trirraciais são encontrados no litoral leste da região nordeste, da Bahia à Paraíba, bem como no norte do Maranhão, sul de Minas Gerais e leste do Rio de Janeiro. A partir do século XIX, o Brasil abriu suas fronteiras à imigração. Cerca de cinco milhões de pessoas de mais de 19 países imigraram para o Brasil entre 60 e 1808, a maioria de origem portuguesa, italiana, espanhola, alemã, ucraniana, polonesa, judaica, russa, chinesa, japonesa e árabe.

Religião

A religião no Brasil surgiu da confluência da Igreja Católica com as tradições religiosas dos povos africanos escravizados e indígenas. Essa confluência de crenças durante a colonização portuguesa do Brasil levou ao desenvolvimento de uma variedade de práticas sincréticas dentro da Igreja Católica brasileira, caracterizadas pelas festas tradicionais portuguesas e, em alguns casos, pelo espiritismo de Allan Kardec (religião que contém elementos do espiritismo e Cristandade). O pluralismo religioso aumentou no século 20, e a comunidade protestante atingiu mais de 22% da população. As denominações protestantes mais difundidas são os pentecostais e os evangélicos. Outros ramos protestantes com presença significativa no país são os batistas, adventistas do sétimo dia, luteranos e a tradição reformada.

O catolicismo romano é a fé predominante no país. O Brasil tem a maior população católica do mundo. Segundo o censo de 2000 (a PNAD não pergunta sobre religião), 73.57% da população é adepta do catolicismo romano; 15.41% do protestantismo; 1.33% do espiritismo cardecista; 1.22% outras denominações cristãs; 0.31% religiões afro-brasileiras; 0.13% Budismo; 0.05% judaísmo; 0.02% Islã; 0.01% religiões ameríndias; 0.59% outras religiões, não declaradas ou indeterminadas; enquanto 7.35% não têm religião.

Na última década, no entanto, o protestantismo, especialmente o pentecostalismo e o evangelicalismo, tornou-se mais difundido no Brasil, enquanto a proporção de católicos diminuiu consideravelmente. Depois do protestantismo, as pessoas que não professam nenhuma religião também são um grupo importante, representando mais de 7% da população no censo de 2000. As cidades de Boa Vista, Salvador e Porto Velho possuem o maior percentual de residentes não religiosos do Brasil. Teresina, Fortaleza e Florianópolis são as mais católicas do país. A Grande Rio de Janeiro, excluindo a própria cidade, é a região periférica mais irreligiosa e menos católica do Brasil, enquanto a Grande Porto Alegre e a Grande Fortaleza estão no extremo oposto do espectro.

Idioma no Brasil

A língua oficial do Brasil é o português, falado por toda a população (com exceção de algumas tribos muito remotas). De fato, o Brasil abriga imigrantes de todas as partes do mundo há séculos, cujos descendentes agora falam português como língua materna.

O português brasileiro tem várias diferenças de pronúncia em relação ao falado em Portugal (e dentro das regiões, entre as regiões, existem diferenças de sotaque e gírias bastante extremas), mas os falantes de ambas as línguas podem se entender. No entanto, o português europeu (Luso) é mais difícil de entender para os brasileiros do que o contrário, pois muitos programas de TV brasileiros são transmitidos em Portugal. Observe que algumas palavras podem ter significados completamente diferentes no Brasil e em Portugal, principalmente gírias. Por exemplo, “rapariga”, que significa “jovem” em Portugal e “prostituta” no Brasil.

inglês é não é amplamente falado, exceto em algumas áreas turísticas. Não espere que os motoristas de ônibus ou táxi entendam inglês, então pode ser uma boa ideia anotar o endereço para onde você está indo antes de pegar um táxi. Na maioria dos grandes hotéis de luxo, é muito provável que a frota de táxis fale um pouco de inglês. Se você realmente precisa conversar em inglês, procure pessoas mais jovens (com menos de 30 anos), pois elas geralmente têm melhores habilidades no idioma e ficarão felizes em ajudá-lo e praticar o inglês.

Os falantes de espanhol geralmente se saem bem no Brasil, especialmente no sul. Enquanto o português escrito pode ser bastante semelhante ao espanhol, o português falado difere consideravelmente e é muito mais difícil de entender. Compare o número 20, que é vinte (BAYN-teh) em espanhol, com Vinte (VEEN-chee) em português do Brasil. Ainda mais diferente é pessoas (pessoas), pronuncia-se “HEN-teh” em espanhol e “ZHEN-chee” em português brasileiro. As letras CH, D, G, J, R, RR e T são particularmente difíceis de entender para os falantes de espanhol, mesmo sem considerar as vogais. A pronúncia da letra “R” no início da maioria das palavras costuma ser confusa para falantes de espanhol e até de inglês. Primeiros nomes comuns como Roberto, Ronaldo e Rolando não são pronunciados da maneira que você pensa: o “R” é pronunciado como um “H”. Assim se diz Hoberto, Honaldo e Holando. Se você se dirigir a Ronaldo com uma pronúncia espanhola perfeita, ele provavelmente olhará para você com um olhar perplexo e se perguntará a quem ou o que você está se dirigindo.

Comunicação não verbal

Os brasileiros usam muitos gestos na comunicação informal, e o significado de certas palavras ou expressões pode ser influenciado por esses gestos.

  • O gesto de polegar para cima é usado para significar que tudo está bemsim, ou mesmo obrigado. Evite usar o gesto de mão OK para esses significados, pois pode ser considerado obsceno.
  • Se você mexer o dedo indicador para frente e para trás e/ou estalar a língua atrás dos dentes duas ou três vezes, isso significa não…
  • Se você puxar uma de suas pálpebras inferiores com o dedo indicador, Seja Cuidadoso.
  • Passar o polegar sobre os dois dedos maiores é uma maneira de dizer que algo é caro.
  • Bater algumas vezes significa que'faz um tempo.
  • Tocar os lábios e depois escová-los é delicioso; beliscar o lóbulo da orelha é o mesmo em algumas regiões.
  • Fazendo um punho com o polegar entre os dedos indicador e médio, chamado figo, é um sinal de boa ou má sorte, dependendo da região.
  • Se eu tocar a palma da mão com o polegar e fizer um movimento circular com a mão, isso significa que eu estou sendo roubado/roubado em certas áreas.
  • O gesto de silêncio é considerado extremamente indelicado, um pouco como gritar “Cala a boca!” em alguém.
  • Uma maneira informal de chamar a atenção de alguém, semelhante a um apito, é fazer um assobio, “Psiu! Não é considerado rude, mas se torna muito chato se repetido com muita frequência.

Internet e Comunicações no Brasil

Pelo telefone

O Brasil tem um código telefônico internacional de 55 e códigos de área de dois dígitos, e os números de telefone têm oito ou nove dígitos. Algumas regiões usavam sete dígitos até 2006, o que significa que você ainda pode encontrar números de telefone antigos que não funcionam a menos que você adicione outro dígito. (Na maioria das vezes, tente adicionar um 2 ou 3 no início, ou se for um número de oito dígitos que começa com 6 a 9, tente adicionar um 9 no início.)

Os números de oito dígitos que começam com os dígitos de 2 a 5 são telefones fixos, enquanto os números de oito ou nove dígitos que começam com os dígitos de 6 a 9 são telefones celulares.

Todas as cidades usam os seguintes números de emergência:

  • 190 - Polícia
  • 192 - SAMU (Serviço de emergência móvel)
  • 193 - Bombeiros

No entanto, se você ligar para o 911 enquanto estiver no Brasil, será direcionado à polícia.

Para discar para outro código de área ou país, você deve selecionar uma operadora de rede com um código de operadora de rede de dois dígitos. Os operadores disponíveis dependem da área de onde você está ligando e da área para a qual você está ligando. A Operadora 21 (Embratel) está disponível em todas as áreas.

O formato de número internacional para chamadas de outros países para o Brasil é +55-(código de área)-(número de telefone).

Brasil:

  • Para discar outro código de área: 0-(código da operadora)-(código de área)-(número de telefone)
  • Para ligar para outro país: 00-(código da operadora)-(código do país)-(código de área)-(número de telefone)
  • Chamada local a cobrar: 90-90-(número de telefone)
  • Chamada a cobrar para outro código de área: 90-(código da operadora)-(código de área)-(número de chamada)
  • Ligação internacional a cobrar: 000111 ou via Embratel no 0800-703-2111

Os telefones públicos usam cartões pré-pagos de uso único com 20, 40, 60 ou 75 créditos. O desconto para a compra de cartões com denominações maiores é marginal. As cabines telefônicas podem ser encontradas em quase todos os lugares, e todos os cartões podem ser usados ​​em todas as cabines, independentemente de quem é o proprietário da companhia telefônica. Os cartões podem ser comprados em muitas pequenas lojas, e quase todas as agências de notícias os vendem. Farmácia Pague Menos os vende ao preço oficial (companhia telefônica), que é um pouco mais barato. Chamadas para telefones celulares (mesmo locais) consomem seu crédito muito rapidamente (quase tão caro quanto as chamadas internacionais). As ligações para os EUA custam cerca de um real por minuto. Todos os códigos telefônicos internacionais e brasileiros podem ser encontrados no Códigos de telefone DDI e DDD.

Com o celular

Ao viajar pelo Brasil, embora possa parecer preferível levar seu celular com você, não negligencie os benefícios dos cartões telefônicos para ligar para seus entes queridos. Compre um cartão telefônico brasileiro ao planejar sua viagem. cartões de telefone do brasil [www]

O Brasil possui quatro operadoras móveis nacionais: Vivo (Grupo Telefónica), Claro (Grupo Telmex/América Móvil), OI e TIM (Grupo Telecom Italia), todas operando redes GSM, HSDPA/HSPA+ e LTE. Há também operadoras menores, como Nextel (NII/Sprint Group) (com iDEN Push-To-Talk e HSPA+), CTBC-ALGAR (GSM e HSDPA na região do Triângulo Mineiro (Minas Gerais)) e Sercomtel (GSM e HSDPA no Paraná)

Prepaid Os cartões SIM para telefones GSM estão amplamente disponíveis em locais como quiosques, farmácias, supermercados, lojas de varejo, etc. A Vivo usa frequências de 850/1800/1900 MHz, enquanto outras operadoras usam 900/1800 MHz (e em alguns casos específicos 1900Mhz). A cobertura 3G/HSDPA está disponível principalmente nas principais cidades dos estados do sudeste e nas capitais. Alguns estados usam 850MHz, enquanto outros usam 2100MHz para 3G/HSDPA. Para LTE, todos os estados e operadoras usam a frequência europeia 2600Mhz (B7) (700Mhz B28 está sendo testado atualmente).

Se preferir, pode utilizar o roaming internacional com qualquer operador (sujeito a acordos de roaming). Nesse caso, se você quiser ligar para o Brasil, deve ligar diretamente para o número, conforme mostrado acima, ou usar o método padrão, como +, para ligar para o exterior.

Todas as grandes operadoras (Vivo, Claro, TIM e Oi) podem enviar e receber mensagens de texto (SMS) e ligações telefônicas de/para o exterior. Algumas operadoras (como Vivo, Claro e TIM) podem enviar e receber SMS internacionais.

Internet

Internet cafés (lan casas) estão se tornando cada vez mais comuns e, mesmo em pequenas cidades, muitas vezes há pelo menos um lugar com conexões mais ou menos decentes.

Cada vez mais hotéis, aeroportos e shopping centers também oferecem hotspots onde você pode usar o Wi-Fi com seu laptop ou smartphone.

Publique

O brasileiro Correio [www] é bastante confiável e os correios estão por toda parte. Esteja ciente, no entanto, que se você perguntar quanto custa enviar uma carta, cartão postal ou encomenda, você será automaticamente informado do preço 'prioritário' (prioritário) em vez do preço normal (econômica). Você pode pensar que é mais rápido com prioridade, mas isso nem sempre é verdade; às vezes o atraso é tão longo quanto com a taxa normal, então certifique-se de pedir o preço “Econômico” para tudo que você deseja enviar.

Economia do Brasil

O Brasil é a maior economia da América Latina, a oitava maior economia do mundo em taxas de câmbio de mercado e a sétima em paridade de poder de compra (PPC), segundo o Fundo Monetário Internacional e o Banco Mundial. O Brasil tem uma economia mista com abundantes recursos naturais. Após um rápido crescimento nas décadas anteriores, o país entrou em uma recessão prolongada em 2014 em meio a escândalos de corrupção política e protestos em todo o país.

O PIB per capita (PPC) foi de US$ 15,048 em 2016, posicionando o Brasil em 77º lugar no mundo, segundo o FMI. O Brasil atua na agricultura, mineração, manufatura e serviços, com mais de 107 milhões de trabalhadores (6º no mundo) e uma taxa de desemprego de 6.2% (64º no mundo).

O país ampliou sua presença nos mercados financeiros e de commodities internacionais e faz parte de um grupo de quatro economias emergentes conhecido como países BRIC. O Brasil é o maior produtor mundial de café há 150 anos. É agora o quarto maior mercado automotivo do mundo. As principais exportações incluem aeronaves, equipamentos elétricos, automóveis, etanol, têxteis, calçados, minério de ferro, aço, café, suco de laranja, soja e carne enlatada. No geral, o Brasil ocupa o 23º lugar no mundo em termos de valor de exportação.

O Brasil atrelou sua moeda, o real, ao dólar americano em 1994. No entanto, após a crise financeira do Leste Asiático, o calote russo em 1998 e a série de eventos financeiros negativos que se seguiram, o banco central brasileiro mudou temporariamente sua política monetária para uma administrou flutuação, enquanto passava por uma crise cambial até finalmente adotar um regime de câmbio flutuante em janeiro de 1999.

O Brasil recebeu um pacote de resgate de US$ 30.4 bilhões do Fundo Monetário Internacional em meados de 2002, um valor recorde na época. O banco central brasileiro pagou o empréstimo do FMI em 2005, embora não vencesse até 2006. Um dos problemas que o banco central brasileiro enfrentou recentemente é o excesso de entradas especulativas de capital de curto prazo no país, o que pode ter contribuído para a desvalorização do dólar norte-americano em relação ao real durante esse período. No entanto, o investimento estrangeiro direto (IED), que se refere ao investimento de longo prazo e menos especulativo no setor manufatureiro, é estimado em US$ 193.8 bilhões em 2007. as taxas de juros de longo prazo como medida de política monetária.

Entre 1993 e 2010, foram anunciadas 7012 fusões e aquisições com um valor total conhecido de US$ 707 bilhões envolvendo empresas brasileiras. O ano de 2010 foi um novo recorde em termos de valor com US$ 115 bilhões em transações. A maior transação envolvendo empresas brasileiras foi a aquisição da Inco pela Cia Vale do Rio Doce em uma oferta pública de aquisição no valor de US$ 18.9 bilhões.

Só a corrupção custa ao Brasil quase US$ 41 bilhões por ano. 69.9% das empresas do país veem essa questão como um grande obstáculo para uma penetração bem-sucedida no mercado global. A corrupção no governo local é tão difundida que os eleitores só a percebem como um problema quando ultrapassa um certo nível e a mídia local, como uma estação de rádio, divulga os resultados das denúncias de corrupção. Iniciativas como essa exposição conscientizam, como mostra o Índice de Percepção da Corrupção da Transparência Internacional, que classificou o Brasil em 69º lugar entre 178 países em 2012. O poder de compra no Brasil é absorvido pelo chamado custo do Brasil.

Como viajar para o Brasil

Entre - Pelo ar

As passagens aéreas mais baratas são de fevereiro (depois do Carnaval) a maio e de agosto a novembro. As passagens de Nova York, por exemplo, podem custar apenas US$ 699, incluindo impostos. Muitos voos underbooked dentro do Brasil estão disponíveis a preços baixos.

São Paulo-Guarulhos Aeroporto Internacional (IATA: GRU) é de longe o maior aeroporto internacional do Brasil. É o centro da companhia aérea TAM, que oferece voos diretos para várias capitais sul-americanas. Outros voos diretos incluem:

América do Norte: Nova York, Chicago, Detroit, Los Angeles, Miami, Orlando, Atlanta, Charlotte, Houston, Dallas, Washington, DC e Toronto.

Europa: Lisboa e Porto com TAP, Madrid com Iberia, Air Europa, TAM e Air China, Barcelona com Singapore Airlines, Amesterdão e Paris com KLM-Air France e TAM (Paris), Londres com British Airways e TAM, Frankfurt com Lufthansa e TAM, Munique com Lufthansa, Zurique com Swiss, Roma com Alitalia, Milão com TAM, Istambul com Turkish Airlines.

Ásia: Seul com Korean Air (via LAX), Doha com Qatar Airways, Abu Dhabi com Etihad, Dubai com Emirates, Cingapura com Singapore Airlines (via BCN) e Pequim com Air China (via MAD).

África: Luanda com TAAG, Joanesburgo com SAA, Adis Abeba com Ethiopian.

O segundo aeroporto mais movimentado do Brasil é Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro-Galeão (IATA: show), casa para Gol Transportes Aéreos, que atende muitos destinos regionais, incluindo Montevidéu, Buenos Aires e Assunção. Outros voos diretos incluem a América do Norte: a Delta Air Lines atende Atlanta e Nova York, United Airlines Washington, DC e Houston, e American Airlines Charlotte, Miami, Dallas e Nova York. África: Taag Angola para Luanda cerca de 3 vezes por semana. Europa: Paris com Air France, Roma com Alitalia, Londres com British Airways, Madrid com Iberia, Amesterdão com KLM, Frankfurt com Lufthansa, Lisboa e Porto com TAP Portugal.

As capitais do nordeste têm tempos de voo ligeiramente mais curtos para a Europa e América do Norte:

Natal: Voos diretos para Lisboa com a TAP, Amesterdão com a Arkefly.

Recife: Voos diretos para Lisboa com a TAP, para Miami com a American Airlines e para Frankfurt com a Condor.

Salvador: Voos diretos para Lisboa com a TAP, para Madrid com a Air Europa, para Frankfurt com a Condor e para Miami com a American Airlines.

Fortaleza: Voos diretos para Lisboa com a TAP, Cabo Verde com a TACV e Roma com a Air Italy.

Além dos destinos acima mencionados, a TAP tem voos diretos para Brasília, Belo Horizonte, Campinas e Porto Alegre. TAP Portugal é a companhia aérea estrangeira com mais destinos no Brasil, partindo de Lisboa e Porto, e oferece inúmeras ligações para a Europa e África.

As viagens aéreas no Brasil aumentaram exponencialmente nos últimos anos, em parte devido às más condições de muitas estradas brasileiras (qv) e à falta de uma rede ferroviária viável (ver Índia). As viagens aéreas ainda são relativamente baratas, às vezes até uma pechincha, e são simplesmente a melhor opção para viagens de longa distância dentro do país. No entanto, alguns aeroportos importantes, notadamente São Paulo e Rio, estão muito congestionados.

Entrar - De carro

As principais passagens de fronteira estão em:

  • com Uruguai: Chuy/Chuí, Bella Unión/Barra do Quaraí, Artigas/Quaraí, Aceguá/Aceguá, Río Blanco/Jaguarão, e entre Rivera/Santana do Livramento
  • com Argentina: Passo de los Libres/Uruguaiana, Santo Tomé/São Borja, Bernardo de Irigoyen/Dionísio Cerqueira, Tobuna/Paraíso (Santa Catarina), Comandante Andresito/Capanema, e entre Puerto Iguazu/Foz do Iguaçu
  • com Paraguai: Ciudad del Este/Foz do Iguaçu, Salto del Guaira/Guaíra, e entre Pedro Juan Caballero/Ponta Porã
  • com Bolívia: Puerto Suarez/Corumbá, Cobija/Brasileia/Epitaciolandia, San Matías/Cáceres e entre Riberalta/Guayaramerin/Guajará-Mirim (a ponte sobre o rio Mamoré ficará pronta em 2007)
  • com Peru: Iñapari / Assis Brasil
  • com Colômbia: Letícia/Tabatinga Não há ligações rodoviárias em ambos os lados da fronteira.
  • com Guiana: Lethem/Bonfim

Em algumas cidades fronteiriças, notadamente Foz do Iguaçu/Ciudad del Este/Puerto Iguazu, você não precisa de carimbos de entrada/saída ou outras formalidades para uma viagem de um dia ao país vizinho. Essas mesmas cidades são bons lugares para ir se, por qualquer motivo, você quiser atravessar sem entrar em contato com as autoridades de imigração.

Embarque - De ônibus

Este serviço de ônibus de longa distância conecta o Brasil com seus países vizinhos. As principais capitais diretamente conectadas por ônibus são Buenos Aires, Assunção, Montevidéu, Santiago do Chile e Lima. As conexões diretas das três primeiras também são fáceis de encontrar, mas de Lima pode ser complicado, embora seja fácil de fazer se você mudar em uma das outras cidades. Eles costumam ir para São Paulo, embora Pelotas também tenha boas conexões. Vale lembrar que as distâncias entre São Paulo e todas as capitais estrangeiras são consideráveis, e as viagens rodoviárias podem levar até 3 dias, dependendo da distância e acessibilidade do destino. A Autoridade Nacional de Transportes Terrestres tem listas [www] de todas as rotas internacionais de ônibus em operação, e Green Toad Bus [www] oferece passagens de ônibus entre o Brasil e países vizinhos, além de todo o Brasil.

Embarque - De barco

Os barcos da Amazon conectam o norte do Brasil com Peru, Venezuela e Colômbia. A jornada, no entanto, é um cansativo 12 dias rio acima. Da Guiana Francesa, você pode atravessar a Oiapoque Rio, que leva cerca de 15 minutos.

Embarque - De trem

No interior do Brasil, praticamente não há serviços de trens. Há exceções à regra, no entanto, incluindo o trem da morte, ou trem da morte, que vai de Santa Cruz, na Bolívia, até uma pequena cidade logo na fronteira em Corumbá, Mato Grosso do Sul. De lá, há outra linha de trem para São Paulo, que não está em operação no momento, mas os serviços de ônibus para São Paulo pela capital do estado, Campo Grande, são abundantes. A jornada em si é notória por estar cheia de ladrões que podem roubar sua mochila ou seu conteúdo, mas a segurança foi reforçada recentemente e a jornada pode ser feita sem muita dificuldade. Passa pelo cinturão agrícola da Bolívia e ao longo do caminho você pode ver uma comunidade religiosa tecnofóbica semelhante em muitos aspectos aos Amish nos EUA.

Como viajar pelo Brasil

Como se locomover - pelo ar

Passaporte aéreo brasileiro
Se você planeja visitar diferentes cidades do Brasil, considere comprar um Passe Aéreo Brasil oferecido pela TAM ou Gol – você compra entre 4 e 9 passagens que podem ser usadas a qualquer momento para qualquer destino do Brasil atendido pela companhia aérea. O preço de um passe de 4 ingressos é de cerca de US$ 580, enquanto os 9 ingressos completos custam cerca de US$ 1150. Além disso, a Gol também oferece um passe aéreo mais barato, válido apenas para viagens na região nordeste do país. Esses passes só podem ser adquiridos antes da chegada ao país, e você precisará comprovar que já comprou passagens internacionais de ida e volta ou passagens para seguir viagem.

As viagens aéreas cobrem grande parte do Brasil. Observe que muitos voos fazem inúmeras escalas no caminho, especialmente em hubs como São Paulo ou Brasília. A maioria dos aeroportos com tráfego regular de passageiros são operados pela estatal Infraero. [www]. Eles têm um site muito útil, com uma versão em inglês. Ele lista todas as companhias aéreas que operam em cada aeroporto e também fornece horários atualizados.

Existem hoje vários motores de reservas brasileiros que são bons (se não perfeitos) para comparar voos e preços entre diferentes companhias aéreas. Eles geralmente têm taxas extras, por isso é mais barato reservar no site da companhia aérea.

O cenário das companhias aéreas brasileiras mudou completamente pelo menos duas vezes nos últimos dez anos. As maiores companhias aéreas agora são TAM [www] e Gol [www], que compartilham mais de 80% do mercado nacional. A tradicional Varig agora é apenas mais uma marca da Gol. Os outros são WebJet [www], Avianca [www] e Azul [www]. VIAGEM [www] oferece voos de curta distância para aeroportos menores do país, e o Pantanal [www] e Puma [www] estão se desenvolvendo no mesmo segmento. A companhia aérea portuguesa TAP [www] opera alguns voos domésticos em codeshare com a TAM. Há também uma série de operadoras regionais, como NHT [www] (Rio Grande do Sul e Santa Catarina). As diferenças de preço, pelo menos se você comprar uma passagem a tempo pela internet, são tão pequenas que não faz sentido chamar qualquer uma dessas companhias aéreas de 'low cost', embora WebJet e Azul tenham sido recentemente um pouco mais baratas em voos domésticos.

Reservar em sites de companhias aéreas nacionais pode ser frustrante para cidadãos não brasileiros. Muitas vezes, você será solicitado a fornecer seu CPF (número de identidade nacional) ao pagar com cartão de crédito. Mesmo que você seja estrangeiro com CPF, os sites muitas vezes não o reconhecem. A Gol agora aceita cartões internacionais, mas o sistema é imperfeito (out 2010). Um truque que pode funcionar é visitar um dos sites de companhias aéreas estrangeiras, embora os preços possam variar. Muitos voos também podem ser encontrados em motores de reservas estrangeiros onde o CPF não é necessário. Se você reservar com várias semanas de antecedência, a maioria das companhias aéreas oferece a opção de pagar por depósito bancário (Boleto bancário), que pode efectivamente ser pago em numerário não só nos bancos, mas também em muitos supermercados, farmácias e outras lojas. Comprar uma passagem em uma agência de viagens costuma custar R$ 30 a mais, embora algumas ofertas especiais só possam ser encontradas online.

Esteja ciente de que muitos voos domésticos têm tantas escalas que algumas, incluindo a sua, podem não aparecer nas listas de aeroportos. Verifique o número do seu voo e confirme com o pessoal de terra.

Alguns voos domésticos no Brasil são “internacionais”, o que significa que o voo chegou do exterior e continua sem que todos os passageiros passem pela alfândega e imigração. Isso significa que TODOS os passageiros devem fazê-lo na próxima parada, inclusive aqueles que embarcaram no Brasil. NÃO preencha um novo formulário de imigração, mas mostre o que você recebeu ao chegar no Brasil.

Como se locomover - De carro

O Brasil possui a maior malha rodoviária da América Latina, com mais de 1.6 milhão de quilômetros. Um carro é uma boa ideia se você quiser explorar áreas pitorescas, como as cidades históricas de Minas Gerais, a rodovia Rio-Santos ou as praias do nordeste brasileiro. Você encontrará as agências habituais de aluguel de carros nos aeroportos.

Muitas estradas estão em boas condições, especialmente no leste e sul do país e ao longo da costa. Em outras áreas e fora das áreas metropolitanas, também existem estradas de cascalho e terra para as quais um veículo off-road pode ser fortemente recomendado. Isso é particularmente verdadeiro na região amazônica, onde muitas estradas são difíceis ou impossíveis de usar durante a estação chuvosa de novembro a março. Portanto, é aconselhável viajar com um bom mapa e estar bem informado sobre as distâncias, as condições das estradas e o tempo estimado de viagem. Guia 4 Rodas mapas rodoviários (disponíveis na maioria dos quiosques do Brasil) fornecem mapas e distâncias, bem como informações sobre as condições atuais das estradas. cochera andina [www] publica informações úteis sobre quase 300 estradas do país. Em teoria, as regras de condução no Brasil são semelhantes às da Europa Ocidental ou da América do Norte. Na prática, dirigir no Brasil pode ser bastante assustador se você estiver acostumado com a cultura rodoviária europeia (ou mesmo mediterrânea) ou norte-americana, devido às violações generalizadas das regras de direção e sua tolerância.

A distância para outros veículos é reduzida ao mínimo, as pessoas ultrapassam sempre que possível e mudam de faixa sem muito aviso. Em muitas grandes cidades, as pessoas também são agredidas quando esperam no sinal vermelho à noite. Mesmo quando não correm o risco de serem agredidos, muitos motoristas (incluindo motoristas de ônibus urbanos) passam semáforos vermelhos ou sinais de pare à noite quando não conseguem ver o tráfego à frente. Os motoristas também se envolvem em métodos “criativos” para economizar tempo, como usar as faixas de tráfego que se aproximam. Nas áreas rurais, muitos animais de estimação são deixados à beira da estrada e, às vezes, se perdem no trânsito. Os pedestres correm um risco enorme ao atravessar a estrada, pois muitos motoristas não se incomodam em diminuir a velocidade quando veem pedestres atravessando. A qualidade do pavimento varia muito, e a presença de enormes buracos é um grande desincentivo à condução noturna. Considere também o risco de assaltos nas rodovias após o anoitecer, sem mencionar os caminhoneiros em uso de anfetaminas (para ficar acordado por dias).

  • No Brasil, os carros são conduzidos do lado direito da estrada.
  • Um sinal à esquerda piscando significa que o carro à sua frente está avisando para não ultrapassar por algum motivo. Se o carro à sua frente quiser mostrar que é seguro ultrapassar, ele ligará o sinal da mão direita. O sinal da mão direita é o mesmo que indica que você vai parar na beira da estrada, então significa que você vai desacelerar. Por outro lado, o sinal da esquerda é o mesmo sinal para indicar que você vai ultrapassar o carro à sua frente, o que significa que você vai andar mais rápido.
  • Os faróis piscando e piscando dos carros vindos do outro lado da estrada significam que você deve ter cuidado na estrada. Geralmente indica a presença de animais, policiais ou câmeras de velocidade.
  • Mantenha as portas trancadas ao dirigir, especialmente nas grandes cidades, pois os sinais de pare e os assaltos ao sinal vermelho são bastante comuns em algumas áreas. Você tornará mais fácil para o ladrão se ele puder abrir a porta e se sentar. Também tome cuidado para não deixar as janelas escancaradas, pois alguém pode colocar as mãos dentro do seu carro e roubar uma carteira, por exemplo. Mantenha suas bolsas e objetos de valor fora da vista.

Como se locomover - De bicicleta

Nas cidades pequenas, a bicicleta é um meio de transporte comum. Isso não significa que os ciclistas sejam geralmente respeitados pelos motoristas de carros, caminhões ou ônibus. Mas você pode encontrar boas estradas com pouco tráfego fora das cidades. Também é fácil pegar uma carona em uma van ou pegar sua bicicleta em um ônibus de longa distância. As ciclovias são quase inexistentes nas cidades, exceto em alguns trechos de praia, como no Rio de Janeiro e Recife.

Existem grupos de ciclismo em todo o país, como o Sampa Bikers em São Paulo, que se reúnem semanalmente.

Como se locomover - de trem

O sistema ferroviário brasileiro foi amplamente demolido durante o regime militar. Hoje, apenas algumas linhas de passageiros permanecem:

  • O Expresso Serra Verde [www] de Curitiba a Paranaguá. Esta ferrovia panorâmica de 150 km liga a capital paranaense às cidades litorâneas de Morretes e Paranaguá, passando pelas belas montanhas cobertas de matas da Mata Atlântica da Serra do Mar. O passeio dura cerca de 3 horas e é acompanhado por guias bilíngues. Os trens partem diariamente às 08h15 e os preços começam em torno de R$ 50 (ida e volta).
  • São João del Rei a Tiradentes – Este passeio de trem a vapor de 35 minutos é quase como voltar no tempo. O trem funciona de sexta a domingo, com saídas de São João às 10h e 3h e de Tiradentes às 1h e 5h. A ida e volta custa R$ 16.
  • Os trens diários Belo Horizonte para Vitória – Companhia Vale do Rio Doce [www] saem de Belo Horizonte às 7.30h7.00 e Vitória às 2h65. O tempo de viagem é de aproximadamente doze horas e meia. As passagens são vendidas nas estações e uma passagem simples na 89ª classe custa cerca de R$ XNUMX (e R$ XNUMX na primeira classe). As vagas são limitadas e não é possível reservar, por isso é aconselhável comprar antecipadamente no site da Vale: [www]. A ferrovia tem quase 700 km de extensão e é a segunda maior linha de passageiros do Brasil.
  • De Ouro Preto a Mariana – trens panorâmicos nos finais de semana (e feriados) operados pela Companhia Vale do Rio Doce e ABPF (Associação Brasileira de Preservação Ferroviária). O trem sai de Ouro Preto (ou Mariana) em horários diferentes dependendo do dia ou feriado (é aconselhável consultar os horários antes de reservar ou comprar passagens). O trem serve as duas cidades com duas partidas por dia (às vezes três), e passa por reservas intocadas de Mata Atlântica com paisagens deslumbrantes. A viagem dura cerca de 1 hora e tem 16 km de extensão. A partir de 2016, os preços começam em R$ 40 (ou R$ 58 se você comprar a passagem de volta).
  • São Luís a Parauapebas – interessante porque parte do trajeto passa pela floresta amazônica e é a ferrovia de passageiros mais longa do Brasil, com quase 900km de extensão.
  • De Macapá à Serra do Navio
  • De Campinas a Jaguariúna. Parte da antiga Ferrovia Mogiana, construída para facilitar a exportação de café no final do século XIX e início do século XX. Visitas guiadas divertidas. Finais de semana e feriados apenas. Alguns trens a vapor. Preço razoável. Cerca de 19 hora em cada sentido.

Como se locomover - De ônibus intermunicipal

Os ônibus de longa distância são uma maneira conveniente, barata e às vezes (geralmente quando você compra a passagem mais cara) bastante confortável de viajar entre regiões. Terminais de ônibus (rodoviária) nas cidades desempenham um papel semelhante ao das estações ferroviárias em muitos países. Ao viajar dentro do Brasil, verifique a distância e a duração da viagem. Uma viagem do Rio de Janeiro para a região sul pode levar mais de 24 horas, então pode valer a pena voar se você puder pagar.

O Brasil tem uma rede de ônibus de longa distância muito boa. Basicamente, toda cidade com mais de 100,000 habitantes tem linhas diretas para as próximas capitais, bem como para outras grandes cidades do mesmo raio. Quase todas as pequenas aldeias têm algum tipo de transporte público (talvez um caminhão) para a estação de ônibus mais próxima.

Na maioria das vezes você tem que ir até a rodoviária para comprar uma passagem, embora a maioria das grandes empresas de ônibus façam reservas e vendam passagens pela internet, desde que você compre sua passagem com algum tempo de antecedência. Em algumas cidades você também pode comprar uma passagem por telefone e entregar no hotel por um custo adicional de cerca de R$ 3-5. Algumas empresas também adotaram as engenhosas políticas de preços das companhias aéreas: em alguns casos, você pode economizar mais de 50% comprando antecipadamente. A opção de pegar um ônibus e embarcar (se não houver assento livre, você terá que ficar em pé e pagar a passagem inteira) é muito comum no país. Funciona menos em algumas rotas onde os assaltos à mão armada são comuns, como na fronteira com o Paraguai e em direção a Foz do Iguaçu.

Não existe uma única empresa de ônibus que atenda todo o país. Então você tem que identificar a empresa que conecta duas cidades em particular ligando para a rodoviária de uma cidade. A ANTT, autoridade nacional de transporte terrestre, possui um mecanismo de busca (em português) para todas as rotas de ônibus domésticos disponíveis. Esteja ciente de que algumas grandes cidades, como São Paulo e Rio, têm mais de uma rodoviária, cada uma cobrindo cidades específicas dentro de um determinado raio. É uma boa ideia verificar com antecedência para qual estação de ônibus você está indo.

Os serviços de ônibus geralmente são vendidos em três categorias: Regular, Executivo e Primeira Classe (Leito, em português). Regular pode ou não estar equipado com ar condicionado. Para distâncias maiores ou viagens noturnas, a Executive oferece mais espaço e uma prancha dobrável para descansar as pernas. A Primeira Classe tem ainda mais espaço e apenas três assentos por fileira, deixando muito espaço para dormir.

Todas as viagens de mais de 4 horas são feitas em ônibus equipados com banheiros, e os ônibus param pelo menos uma vez a cada 4 horas para comer ou ir ao banheiro.

rodoviárias brasileiras, chamadas rodoviária or terminal rodoviário, geralmente estão localizados longe dos centros das cidades. Eles geralmente estão localizados em áreas bastante congestionadas, portanto, se você estiver viajando à noite, esteja preparado para pegar um táxi de e para a estação. Haverá também linhas de ônibus locais.

Mesmo que você tenha uma passagem válida comprada em outro lugar, você pode precisar de um cartão de embarque em algumas rodoviárias brasileiras. Isso pode ser obtido na empresa de ônibus, geralmente por uma taxa adicional. Se comprar um bilhete na estação de partida, também receberá este cartão de embarque.

Rodoviárias incluem muitos serviços, incluindo restaurantes de fast food, cafés, cibercafés, banheiros e guarda-volumes. Em geral, quanto maior a cidade, mais caros são os serviços (por exemplo, deixar uma mala como bagagem pode custar R$ 1 em uma cidade pequena, mas R$ 5 em Recife).

A identificação pode ser solicitada ao comprar passagens e ao embarcar no ônibus. Isso é exigido pela lei federal brasileira para transporte interestadual. Nem todos os motoristas podem ler passaportes estrangeiros. Esteja preparado para mostrar a eles que o nome no passaporte corresponde ao nome no bilhete.

Como se locomover - Com o ônibus da cidade

A maioria das cidades tem um extenso serviço de ônibus. Várias empresas podem atender a mesma cidade. Quase nunca há um mapa de rotas de ônibus e, muitas vezes, as paradas não são marcadas. Esteja preparado para confusão e perda de tempo.

Os ônibus têm uma placa atrás do para-brisa indicando os principais destinos que atendem. Você pode precisar pedir informações às pessoas locais, mas elas podem não conhecer outras rotas de ônibus além das que costumam usar.

Na maioria das cidades, você tem que sinalizar para parar o ônibus se quiser pegá-lo. Isso não seria um problema em si; no entanto, nas grandes cidades, dezenas de linhas de ônibus podem parar em um ponto, e os pontos de ônibus não são projetados para acomodar tantos veículos. Muitas vezes você não pode olhar para os ônibus que chegam porque outros ônibus estão bloqueando sua visão. Os motoristas de ônibus relutam em diminuir a velocidade em uma parada, a menos que tenham certeza de que alguém está no ônibus. Por isso, é comum perder o ônibus porque você não o viu chegar a tempo de acenar, ou porque o motorista não o viu acenar entre dois ônibus que já estavam no ponto. Algumas pessoas caminham no meio de uma rua movimentada para esperar o ônibus para ter certeza de que eles o veem e que o motorista os vê. Em alguns lugares, como Manaus, os motoristas tendem até a ignorar os pedidos para parar o ônibus (tanto para subir quanto para descer) se a caminhada até o ponto não for muito fácil.

A maioria dos ônibus urbanos tem motorista e condutor. O motorista senta-se atrás de uma caixa registradora ao lado de uma catraca. Você tem que pagar o motorista; a tarifa de ônibus geralmente é exibida no para-brisa. As catracas são estreitas e muito desconfortáveis ​​se você estiver carregando qualquer tipo de carga (tente equilibrar uma mochila pesada sobre a catraca enquanto o ônibus está em movimento). Ônibus maiores geralmente têm uma área frontal em frente à catraca que é principalmente para idosos, deficientes e mulheres grávidas – você pode usá-lo, mas ainda tem que pagar! Os preços típicos giram em torno de R$ 3.00.

Você pode tentar pedir ao motorista para avisá-lo quando o ônibus estiver se aproximando do seu destino. Dependendo se eles entendem você e querem ajudá-lo, você pode obter ajuda.

Além dos ônibus nas grandes cidades, muitas vezes há microônibus ou minivans (alternativa). Você paga o motorista ao embarcar.

Como se locomover - com e-mail

Existem vários serviços de transporte eletrônico no Brasil, dos quais o Uber é o mais importante. Os serviços de e-mail mais conhecidos no Brasil são:

  • Uber (abrange a maioria das grandes capitais e mais de 20 cidades rurais).
  • Cabify (abrange algumas capitais)
  • T-81 (aplicação brasileira, abrange algumas capitais)

Destinos no Brasil

regiões

O Brasil é o quinto maior país do mundo. Está dividido em cinco regiões, que são principalmente orientadas para as fronteiras estaduais, mas também seguem mais ou menos as fronteiras naturais, econômicas e culturais.

  • Norte (Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins).
    A Amazônia, a floresta tropical e a vida fronteiriça, com notável influência indígena. Observe que o estado de Mato Grosso, na região Centro-Oeste (abaixo), também está em grande parte na bacia amazônica.
  • Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe).
    Principalmente cultura Hick (Caipira), com uma cultura negra na Bahia, misturada ao folclore ibérico primitivo e às tradições indígenas. Esta região é muitas vezes considerada a costa mais bonita do país e tem o clima mais ensolarado e quente; mas é também a região mais seca e pobre do país. Capital do estilo musical “Forró”.
  • Centro-Oeste (Distrito Federal), Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul).
    Os pantanais do Pantanal, as grandes fazendas, as cidades jovens, o Cerrado e o Distrito Federal com sua arquitetura modernista de outro mundo. Berço do estilo musical sertanejo.
  • Sudeste (Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo).
    O coração cosmopolita do país. São Paulo e Rio são as maiores cidades do país e seu polo econômico e industrial; há também algumas cidades coloniais centenárias, especialmente em Minas Gerais.
  • Sul (Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina).
    É um país de vales e pampas, onde uma forte cultura gaúcha (compartilhada com Uruguai e Argentina) encontra influências europeias. Possui várias cidades de médio porte e assentamentos rurais. Importantes movimentos alemães, italianos, poloneses e ucranianos ocorreram na região durante o século XIX.

Cidades

O Brasil tem muitas cidades interessantes para oferecer, desde belas cidades coloniais e refúgios costeiros até metrópoles agitadas e agitadas; Aqui estão alguns dos destinos mais importantes:

  • Brasília – a capital do Brasil, e um espetáculo arquitetônico. Edifícios notáveis ​​incluem a catedral em forma de cesta, o belo Palácio dos Arcos (sede do Ministério da Justiça) e outros.
  • Florianópolis – A cidade está localizada em uma ilha no Oceano Atlântico no sul do estado de Santa Catarina, com lagos, lagoas, natureza incrível e mais de 40 praias limpas, lindas e naturais. Importante destino turístico para os argentinos durante os meses de verão.
  • Fortaleza – Quarta maior cidade do Brasil com belas praias. É aqui que acontece a feira livre da Praia de Iracema. Uma boa base para explorar as praias do litoral nordeste, incluindo Jericoacoara. Famosa por seu forró e comediantes.
  • Manaus – localizada no coração da Amazônia, é a capital do estado do Amazonas e também a maior cidade da Amazônia. Em Manaus, os rios Negro e Solimões convergem para formar o rio Amazonas. É o melhor lugar para visitar a floresta amazônica. É uma porta de entrada para os Parques Nacionais de Anavilhanas e Jaú.
  • Porto Alegre – uma grande cidade localizada entre Argentina e São Paulo e porta de entrada para os fabulosos Green Canyons do Brasil.
  • Recife – Uma grande cidade da região nordeste, originalmente colonizada pelos holandeses. Conhecida como a “Veneza Brasileira”, é construída em várias ilhas conectadas por inúmeras pontes. Rica em história, arte e folclore. Não perca as cidades vizinhas de Olinda e Porto de Galinhas. A cidade também é uma porta de entrada para o incrível arquipélago de Fernando de Noronha.
  • Rio de Janeiro – Uma cidade linda e mundialmente famosa que recebe seus visitantes com a grande estátua de Jesus de braços abertos no Morro do Corcovado.
  • Salvador – A primeira capital do Brasil abriga uma mistura única de culturas indígenas, africanas e europeias. Seu carnaval é famoso, e a influência da cultura e religião africana é notável.
  • São Paulo – Maior, mais rica e cosmopolita cidade do Brasil, com fortes influências étnicas, incluindo italianos, coreanos, japoneses, alemães, russos, caribenhos e árabes.

Outros destinos

  • Amazônia – passeios na selva, vida selvagem, troncos, os segredos da Amazônia
  • Parque Nacional da Chapada Diamantina
  • Chapada dos Veadeiros – Fechado (savana tropical), animais selvagens e cachoeiras de tirar o fôlego.
  • Fernando de Noronha – uma ilha paradisíaca tropical no meio do Oceano Atlântico, protegida como parque nacional marinho e patrimônio cultural mundial desde 1997.
  • Ilha Grande
  • Cataratas do Iguaçu - cachoeiras mundialmente famosas
  • Ilha do Marajó
  • Lençóis Maranhenses
  • Pantanal – a maior área úmida do mundo abriga muito ecoturismo e uma enorme biodiversidade, incluindo jacarés, onça-pintada, sucuri, tamanduá-bandeira, primatas, ariranhas e piranhas.

Hospedagem e hotéis no Brasil

A alta temporada no Brasil segue o calendário de férias escolares, sendo dezembro e janeiro (verão) os meses mais movimentados. Réveillon, Carnaval (que pode ser movido entre fevereiro e março, veja compreensão acima) e Semana Santa são os períodos de pico e os preços podem subir, especialmente em cidades litorâneas como Rio e Salvador. Além disso, durante esses feriados, muitos hotéis limitam as reservas a um mínimo de 3 ou 4 dias e cobram antecipadamente.

Hotéis são abundantes em quase todas as regiões do Brasil e podem variar de resorts luxuosos a opções bem modestas e baratas. A Autoridade de Turismo do Brasil impõe certos requisitos mínimos para cada tipo de estabelecimento, mas como a classificação por estrelas (1-5) não é mais aplicada, você deve verificar com antecedência se o seu hotel oferece o tipo de serviço que você espera.

Pousada significa casa de hóspedes (o equivalente local de um francês albergue ou britânico casa de hóspedes) e são geralmente mais simples do que os hotéis e oferecem menos serviços (serviço de quartos, lavandaria, etc.). As pousadas são ainda mais comuns que os hotéis.

Em áreas selvagens como o Pantanal, os viajantes tendem a ficar em fazendas, que fazendas com facilidades para visitantes. Nas pequenas cidades de Minas Gerais, pessoas como fazenda hotéis (hotéis-fazenda) onde podem tomar banho, andar a cavalo, caminhar, jogar futebol e acampar, além de dormir em barracos pitorescos.

Também é muito divertido fazer um barco hotel que irá levá-lo a lugares inacessíveis nos rios e lagos para ótimas pescarias ou apenas para relaxar e observar e fotografar a vida selvagem que é muito abundante no Pantanal. Os barcos são grandes, seguros e confortáveis, com quartos climatizados (muito necessários). Vários pequenos barcos de alumínio com motor de popa, transportados pelo barco do hotel e conduzidos por um pescador/guia experiente, levam 2 ou 3 turistas aos melhores pontos.

Motel é o termo local para um “hotel do sexo”. Não há estigma social em ficar lá, mas o serviço de quarto e as tarifas são voltadas para adultos que ficam por algumas horas em privacidade.

Albergues da Juventude (albergues da juventude) estão se tornando cada vez mais comuns.

O que ver no Brasil

Uma maravilha natural

  • Floresta amazônica – A bacia amazônica abriga mais da metade da floresta tropical remanescente do mundo, e mais de 60% dela está no norte do Brasil – cerca de um bilhão de hectares de incrível biodiversidade. A região abriga cerca de 2.5 milhões de espécies de insetos, mais de 40,000 espécies de plantas, 2,200 espécies de peixes e mais de 2,000 espécies de aves e mamíferos. Uma em cada cinco espécies de aves no mundo vive na floresta amazônica e uma em cada cinco espécies de peixes vive nos rios e córregos da Amazônia.
  • Mata Atlântica (Mata Atlântica) – Uma região de floresta tropical e subtropical que se estende ao longo da costa atlântica do Brasil, desde o estado do Rio Grande do Norte, no nordeste, até o estado do Rio Grande do Sul, no sul. A Mata Atlântica possui uma grande diversidade de vegetação, incluindo muitas espécies de árvores, como a icônica Araucária no sul ou os manguezais no nordeste, dezenas de espécies de bromélias e orquídeas, e animais únicos como o Capivara. A floresta também foi designada Reserva Mundial da Biosfera e abriga um grande número de espécies altamente ameaçadas de extinção, incluindo os famosos saguis, micos-leões e macacos de nariz lanoso. Infelizmente, ele foi amplamente desmatado desde os tempos coloniais, principalmente para cultivo de cana-de-açúcar e assentamentos urbanos – o que resta é estimado em menos de 10% do assentamento original, e muitas vezes é fragmentado em ilhas montanhosas. Grandes porções são, no entanto, protegidas por centenas de parques, incluindo 131 parques federais, 443 parques estaduais e 14 parques municipais, a maioria dos quais aberta à visitação.
  • Pantanal – Uma vasta zona úmida tropical, uma das maiores do mundo, 80% da qual está no estado de Mato Grosso do Sul, mas que também se estende até Mato Grosso (assim como partes da Bolívia e Paraguai) e abrange uma área estimada entre 140,000 e 195,000 quilômetros quadrados. 80% das várzeas do Pantanal são inundadas durante a estação chuvosa, o que sustenta uma incrível biodiversidade de plantas aquáticas e ajuda a sustentar uma infinidade de espécies animais.
  • Cachoeiras (Cachoeiras) – O Brasil tem uma incrível variedade de cachoeiras de todas as formas e tamanhos. O Cataratas do Iguaçu no leste do Paraná está uma das cachoeiras mais espetaculares do mundo, um verdadeiro deleite para os olhos. A 353 metros de altura Cachoeira da Fumaça no Parque Nacional da Chapada Diamantina, na Bahia, é a segunda cachoeira mais alta do país, depois da quase inacessível Cachoeira do Araca no Amazonas. Outras cachoeiras famosas incluem Cataratas do Caracol, no Parque Estadual do Rio Grande do Sul de mesmo nome, próximo a Canela; Cataratas de Itaquira, uma cachoeira de 168 metros de fácil acesso próximo a Formosa, no estado de Goiás; e parque da cascata Desfiladeiro, Perto Sete Lagoas, no estado de Minas Gerais. Além das cachoeiras conhecidas nacionalmente, em muitas partes do país, principalmente no sul, sudeste e centro-oeste, raramente se está longe de pelo menos uma cachoeira conhecida localmente que vale uma curta caminhada.

Arquitetura

  • Arquitetura colonial – Muitas cidades são lembranças do passado colonial do Brasil, com igrejas, conventos, fortes, quartéis e outras estruturas ainda intactas. Algumas das construções coloniais mais concentradas e bem preservadas são encontradas em antigas cidades mineradoras de ouro como Ouro Preto e Tiradentes, mas muitas outras cidades como Rio de Janeiro, Petrópolis, Salvador, Paraty e Goiânia também possuem centros coloniais consideráveis.
  • As obras de Oscar Niemeyer – Niemeyer, o arquiteto mais famoso do Brasil, é um pioneiro da arquitetura moderna, explorando os efeitos estéticos do concreto armado e usando curvas para criar edifícios com uma sensação de espaço única. Ele é mais conhecido por projetar muitos dos edifícios para a construção da nova capital Brasília na década de 1950, mas sua obra está literalmente espalhada pelo país, com obras importantes em Natal, João Pessoa, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Niterói, São Paulo, Londrina, etc.

O que fazer no Brasil

Carnaval

O maior festival do mundo acontece todos os anos em todo o país e dura quase uma semana em fevereiro ou início de março. É comemorado de diversas formas, desde as máscaras gigantes do Boneco em Olinda e as Trios Elétricos em Salvador aos grandes desfiles de samba no Rio de Janeiro e São Paulo. Para relativamente ambiente tranquilo, confira a festa de rua em estilo universitário em Ouro Preto ou a festa esportiva na praia na Ilha do Mel. Não se esqueça de fazer suas reservas com bastante antecedência!

Viagem gay

Devido ao alto nível de aceitação e tolerância, as viagens gays estão se tornando cada vez mais populares. O Brasil foi o local do primeiro baile gay da América em 1754! Hoje, os principais destinos para lésbicas e gays são o Rio de Janeiro, duas vezes eleito o destino mais sexy do mundo, São Paulo, que abriga a maior parada do orgulho gay do mundo, Florianópolis, que é o ponto de encontro gay mais badalado, e Recife, que está atraindo cada vez mais e mais turistas lésbicas e gays em busca de diversão e sol.

Praias

Quase todo o litoral é ladeado por praias fabulosas, e o estilo de vida de praia é parte integrante da cultura brasileira. Em nenhum lugar isso é mais verdadeiro do que no Rio de Janeiro, com seu estilo de vida descontraído e chinelos e praias famosas como Ipanema e Copacabana. As praias de outras partes do país podem não ter a mesma notoriedade imediata, mas não são menos impressionantes. O nordeste tem preciosidades como Jericoacoara, Praia do Futuro, Boa Vista, Porto de Galinhas e Morro de São Paulo, que atraem muitos viajantes, principalmente da Europa. O sem litoral Mineiros conviver com os ricos e famosos de Guarapari ou dançar o forró na areia de Itaúnas, enquanto os Paulistas vão para Caraguá ou Ubatuba. No sul, os finais de semana vão para a Ilha do Mel ou Balneário Camboriú, enquanto as 42 praias da Ilha de Santa Catarina atraem milhares de turistas argentinos todos os anos. Há também centenas de outras praias prontas para serem exploradas. Não se esqueça das praias de nudismo do Rio e de São Paulo!

Desportos

  • Futebol – Onde quer que você esteja no Brasil, o futebol é o assunto da cidade, e o país está cheio de grandes times e jogadores. Enquanto o famoso estádio do Maracanã do Rio de Janeiro está sendo reformado, você ainda pode assistir a um jogo em outros grandes estádios como o Mineirão em Belo Horizonte ou Estádio do Morumbi em São Paulo.
  • Voleibol – Embora o futebol seja o principal esporte no Brasil, o vôlei também é muito popular. Além do esporte indoor padrão conhecido mundialmente, existem diversas outras variações que você pode jogar ou assistir no Brasil:
  • vôlei de praia – Nas praias, muitas vezes você encontra lugares onde pode jogar vôlei de praia. No entanto, esta versão do esporte tem um conjunto de regras diferente do vôlei de salão (por exemplo, em vez de seis jogadores, apenas dois podem ser jogados por equipe).
  • Futevôlei – Esse esporte desafiador foi desenvolvido no Brasil. É essencialmente o voleibol de praia jogado com bola e seguindo as regras do futebol sem mãos.
  • biribol - Outro original brasileiro, Biribol, com o nome da cidade de Birigüi onde foi inventado, é uma versão aquática do vôlei jogado em uma piscina de 1.3 metros de profundidade com 4 jogadores por equipe e uma bola semelhante ao pólo aquático.

Alimentos e bebidas no Brasil

Comida no Brasil

A culinária brasileira é tão diversa quanto sua geografia e cultura. Por outro lado, alguns podem achar que é uma mistura mal cozida, e os pratos do dia a dia podem ser sem graça e monótonos. Embora existam alguns pratos bastante originais de origem regional, muitos pratos foram trazidos por imigrantes do exterior e adaptados aos gostos locais ao longo de gerações. A culinária italiana e chinesa muitas vezes pode ser tão incrível no Brasil quanto a culinária amazônica.

O almoço padrão brasileiro é chamado prato feito, com seus irmãos comercial Executivo. Arroz e feijão ao molho, além de um bife pequeno. Às vezes, adiciona-se farofa, espaguete, legumes e batatas fritas. A carne bovina pode ser substituída por frango, peixe ou outro.

Excelente frutos do mar podem ser encontrados nas cidades litorâneas, especialmente no nordeste.

  • Prato nacional do brasil é feijoada, um farto ensopado de feijão preto, carne de porco (orelhas, pernil, costeletas, salsichas) e carne bovina (geralmente carne seca). É servido com arroz, guarnecido com couve e rodelas de laranja. Não é servido em todos os restaurantes; os que o servem costumam fazê-lo às quartas-feiras e aos sábados. Um erro típico do turista é comer demais feijoada a primeira vez. É um prato pesado – até os brasileiros costumam comê-lo com moderação.
  • Petiscos brasileiros, lanches (sanduíches) e salgadinhos (quase qualquer outra coisa), incluem uma ampla seleção de doces. Fique atento coxinha (frango frito coberto na massa), empada (um pequeno bolo, não confundir com empanada – empadas e empanadas são produtos completamente diferentes) e pastel (rolos fritos). Outro lanche comum é misto quente, sanduíche de presunto e queijo prensado e grelhado. O pão-de-queijo, um pãozinho feito de farinha de mandioca e queijo, é muito popular, principalmente no estado de Minas Gerais. Pão-de-queijo e uma xícara de café brasileiro fresco são uma combinação clássica.
  • Farofa: farinha de mandioca frita com pedaços de bacon e cebola; o acompanhamento padrão de carboidratos em restaurantes, juntamente com arroz branco.
  • Feijão Verde : Feijão verde com queijo gratinado
  • Pacoca: carne moída misturada com farinha de mandioca em pilão (argamassa grande com pilão grande). Comida tradicional de caubói
  • pastel: massa frita recheada com queijo, carne picada ou fiambre.
  • Tapioca (ou mais precisamente “beiju de tapioca”): é feito de fécula de mandioca, também chamada de fécula de tapioca. Quando aquecido em uma frigideira, ele borbulha e se torna uma espécie de panqueca ou bolo seco, em forma de fatia. Algumas pessoas o servem dobrado ao meio, outros o enrolam em forma de panqueca. O recheio varia, mas pode ser doce ou salgado, sendo os sabores mais tradicionais: Flocos de coco/leite condensado (doce), geleia de carne/queijo carvão, queijo e manteiga (salgado). Mais recentemente, porém, tornou-se um alimento 'gourmet' que precisa ser tratado de forma criativa; Nutella, chocolate, napolitano (pizza queijo/presunto/tomate/orégano) e peito de frango desfiado/queijo catapa são opções quase padrão hoje em dia.

Culinária regional

  • Sul Churrasco é churrasco brasileiro e geralmente é servido 'rodizio' ou 'espeto corrido' (tudo o que você pode comer). Os garçons carregam grandes pedaços de carne em espetos de aço de mesa em mesa e cortam fatias deles em seu prato (use pinças para segurar a fatia de carne e não toque na borda da faca com os talheres para evitar embotamento). Tradicionalmente, você receberá um pequeno bloco de madeira de cor verde de um lado e vermelho do outro. Quando estiver pronto para comer, coloque o lado verde para cima. Quando você está muito cheio para dizer ao garçom que comeu o suficiente, você coloca o lado vermelho para cima…..churrascarias) também servem outros tipos de comida, então você pode ir com um amigo que não gosta de carne. Enquanto as churrascarias tendem a ser lugares bastante caros (para os padrões brasileiros), geralmente são muito mais baratas no norte, centro e áreas rurais do país do que no sul e nas grandes cidades, onde são frequentadas pelos menos afortunados.
  • Mineiro é a “cozinha mineira” mineira, à base de carne de porco e feijão, com alguns legumes. Os pratos goianos são parecidos, mas usam alguns ingredientes locais como pequi e guariroba. A culinária mineira não é considerada particularmente saborosa, mas tem um toque “familiar” muito popular.
  • A cozinha da Bahia, na costa nordeste, tem suas raízes do outro lado do Atlântico na África Oriental e na culinária indiana. Coco, óleo de dendê, pimenta e frutos do mar são os principais ingredientes. Dica: quente (“quente”) significa muita pimenta, frio (“frio”) significa menos ou nenhuma pimenta. Se você se atreve a comer comida apimentada, Tente acarajé (bolinhos recheados de camarão) e vatapá (sopa de feijão preto para beber).
  • Espírito Santo e Bahia têm duas versões diferentes de nariz a pingar, um delicioso ensopado de frutos do mar à base de tomate preparado em um tipo especial de panela de barro.
  • A culinária amazônica é inspirada em alimentos indígenas, incluindo vários peixes e vegetais exóticos. Há também uma incrível variedade de frutas tropicais.
  • A comida cearense apresenta uma grande variedade de frutos do mar e é conhecida por ter os melhores caranguejos do país. É tão popular que todo fim de semana milhares de pessoas vão Praia do Futuro, em Fortaleza, para comer peixe e caranguejo frito (geralmente seguido de uma cerveja gelada).

A culinária brasileira também tem muitas importações:

  • Pizza é muito popular no Brasil. Em São Paulo, os viajantes encontrarão o maior índice de pizzarias per capita do país. A variedade de sabores é extremamente ampla, com alguns restaurantes oferecendo mais de 100 variedades de pizza. É interessante notar a diferença entre a “mussarela” europeia e a “mussarela” brasileira. Eles diferem em sabor, aparência e origem, mas a mussarela de búfala (“mussarela de búfala”) também é frequentemente encontrada. A mussarela brasileira, que encabeça a maioria das pizzas, tem uma cor amarela e um sabor mais forte. Em alguns restaurantes, principalmente no sul, a pizza não tem molho de tomate. Outros pratos de origem italiana, como Macarão. (Macarrão), lasanha e outros também são muito populares.
  • Arabe e comida do Oriente Médio (na verdade libanesa) está amplamente disponível. A maioria das opções oferece alta qualidade e variedade. Alguns tipos de comida do Oriente Médio, como zombar esfiha, tem foram adaptados e estão disponíveis em lanchonetes e lanchonetes de todo o país. Você também encontrará barracas de shawarma (kebab), que os brasileiros chamam de “churrasco grego”.
  • Japanese restaurantes em São Paulo servem muito tempura, yakisoba, sushi e sashimi. A seleção é boa e os preços geralmente são muito atraentes em comparação com a Europa, os EUA e o Japão. A maioria dos restaurantes japoneses também oferece o rodizio ou opção de buffet, com a mesma qualidade como se estivesse a pedir no menu. No entanto, às vezes há um afastamento do original. O mesmo se aplica à comida chinesa, novamente com alguns desvios da tradição. Os restaurantes japoneses (ou de comida japonesa) são muito mais comuns que os chineses e podem ser encontrados em muitas cidades brasileiras, principalmente no estado de São Paulo.

Restaurantes

  • Todos os restaurantes adicionam 10% de taxa de serviço na conta, e essa é a única gorjeta que um brasileiro vai dar. É também o que a maioria dos garçons ganha a vida, mas não é obrigatório e você pode ignorá-lo, embora seja considerado extremamente rude. Em algumas áreas turísticas, eles podem tentar pedir dicas extras. Lembre-se de que você parecerá um idiota se der uma gorjeta demais, e mesquinho e desrespeitoso se não der gorjeta. 5 a 10 reais é considerado uma boa gorjeta.
  • Existem dois tipos de restaurantes self-service, às vezes com as duas opções em um só lugar: Buffet à vontade com churrasco servido à mesa, chamado rodízio, ou preços por peso (por quilo), muito comum na hora do almoço em todo o Brasil. Abasteça-se no buffet e coloque seu prato na balança antes de comer. No sul, há também o tradicional galeto italiano, onde são servidos diferentes tipos de massas, saladas, sopas e carnes (geralmente frango) à mesa.
  • Os clientes estão legalmente autorizados a visitar a cozinha e ver como a comida é processada, embora isso seja muito incomum e provavelmente visto como estranho e rude.
  • Alguns restaurantes brasileiros servem refeições para apenas duas pessoas. Os tamanhos das porções podem não estar listados no menu, pergunte ao garçom. A maioria dos restaurantes desta categoria permite uma “meia porção” destes pratos (meia-porção), a 60-70% do preço. Além disso, nos restaurantes, os casais costumam sentar-se um ao lado do outro, não em frente um do outro; preste atenção às instruções do garçom ou expresse sua preferência quando estiver sentado.
  • O fast food também é muito popular, e vale a pena experimentar as versões locais de hambúrgueres e cachorros-quentes (“cachorro-quente”, traduzido literalmente). Os sanduíches brasileiros vêm em muitas variedades, com ingredientes como maionese, bacon, presunto, queijo, alface, tomate, milho, ervilha, sultana, batata frita, ketchup, ovos, picles, etc. (pedir um completo), que inclui tudo em exposição, exceto o pão e a salsicha. O onipresente X-burguer (e suas variantes X-salada, X-tudo, etc.) não é tão misterioso quanto parece: a pronúncia da letra “X” soa como “queijo” em português, daí o nome.
  • As grandes cadeias: A cadeia de hambúrgueres de fast-food Bob's está presente em todo o país e existe há quase tanto tempo quanto o McDonald's. Há também uma rede nacional de fast-food chamada Habib's, que, apesar do nome, serve pizza e comida árabe (o fundador é português, aliás). Há também uma rede nacional de fast food chamada Habib's, que apesar do nome serve tanto pizza como comida árabe (o fundador é português por sinal). Adições mais recentes, embora menos difundidas, são Burger King e Subway.

Bebidas no Brasil

Teor alcoólico

A bebida nacional do Brasil é escondido (ca-shah-sah, também conhecido como aguardente (“Água queimando”) e pau), um álcool de cana 40% conhecido por nocautear os incautos rapidamente. Pode ser apreciado em quase qualquer bar do país. As regiões produtoras mais conhecidas são Minas Gerais, onde são oferecidos passeios pelas destilarias, e a cidade de Paraty. Pirassununga é a casa da Caninha 51, a marca mais vendida no Brasil. Fora de Fortaleza, há um museu da cachaça (Museu da Cachaça) onde você pode conhecer a história da marca Ypioca.

É comum beber cachaça pura ou simplesmente misturada com um pouco de mel ou suco de limão no Nordeste, mas a força da cachaça pode estar escondida em coquetéis como o famoso caipirinha, onde é misturado com açúcar, suco de limão e gelo. O uso de vodka ao invés de cachaça é chamado Caipiroska or caipivodka; com rum branco, é um caipiríssima; e com saquê, é um caipisaque (não em todas as regiões). Outra mistura interessante é chamada capeta (“diabo”), feito com cachaça, leite condensado, canela, guaraná em pó (um estimulante suave) e outros ingredientes que variam conforme a região. Se você gosta de conhaque ou grappa, experimente um cachaça envelhecida. Este espírito profundo, complexo e de cor dourada não é nada como o licor claro onipresente que você vê com mais frequência. Uma excursão divertida é visitar um 'still', uma destilaria local, que existem milhares em todo o país. Não apenas você pode ver como o álcool é feito de açúcar de cana bruto, mas provavelmente obterá um preço melhor.

Vale a pena experimentar o whisky brasileiro! Na verdade, é 50% de uísque importado – o componente do malte – e cerca de 50% de álcool de cereais brasileiro. Não se deixe enganar por nomes que soam americanos como “Wall Street”. Isso não é bourbon. Bom valor e indistinguível das misturas britânicas habituais.

Enquanto álcool importado é muito caro, muitas marcas internacionais são produzidas sob licença no Brasil, tornando-as amplamente disponíveis e bastante baratas. Você pode comprar álcool isento de impostos após o desembarque nos aeroportos brasileiros, mas geralmente é mais caro do que comprar fora dos aeroportos.

Cervejarias

Cervejarias no Brasil tem uma história respeitável devido aos imigrantes alemães. A maioria das marcas de cerveja brasileira tende a ser muito menos espessa e amarga do que a alemã, dinamarquesa ou inglesa. Mais de 90% da cerveja consumida no Brasil é Pilsner, e costuma ser consumida bem gelada (próximo de 0°C). As marcas nacionais mais populares são BramaAntarctica Skol. Marcas tradicionais incluem Boêmiacaracu (um stout), Óptimo estado. Original Serra Malta (outro forte). São fáceis de encontrar em bares e vale a pena experimentar, mas geralmente são mais caras que as cervejas populares. Há também cervejas nacionais de primeira qualidade que só estão disponíveis em alguns bares e supermercados especiais; se quiser provar uma boa cerveja brasileira, procure Baden Baden, ColoradoFerroviaPetraTheresópolis e outros. Há também cervejas internacionais produzidas por cervejarias nacionais como Heineken e Stella Artois, que têm um sabor um pouco diferente das cervejas originais.

Existem duas maneiras de beber cerveja em bares: à pressão ou em garrafas. A cerveja de barril é chamada de 'SHOH-pee' e geralmente é servida com uma polegada de espuma, mas você pode reclamar com o barman se a espuma for consistentemente mais espessa do que isso. Nos bares, o garçom costuma recolher copos e garrafas vazias da mesa e substitui-los por cheios até que você peça para ele parar, em um sistema de carregamento 'tap'. Para cerveja engarrafada, as garrafas (600ml ou 1l) são compartilhadas entre todos os convidados e despejadas em copos pequenos em vez de serem consumidas diretamente da garrafa. Os brasileiros gostam de sua cerveja quase gelada – então as garrafas de cerveja geralmente são mantidas em um recipiente de poliestireno isolado na mesa para manter a temperatura.

Vinhos

O Rio Grande do Sul é a principal região produtora de vinho. Existem várias adegas abertas à visitação e degustação de vinhos, bem como adegas que vendem vinho e sumo de uva fermentado. Uma dessas vinícolas aberta aos visitantes é a Vinícola Salton, localizada no município de Bento Gonçalves. O Vale do São Francisco, na divisa dos estados de Pernambuco e Bahia, é a região vinícola mais jovem do país. Os vinhos brasileiros tendem a ser mais frescos, frutados e menos alcoólicos do que, por exemplo, os vinhos franceses. Marcas populares como Sangue de BoiCanção Santa felicidade e outros abaixo de R$ 6.00 são geralmente considerados lixo.

Em Minas Gerais, procure licor de jabuticaba (licor de jabuticaba) ou vinho de jabuticaba (vinho de jabuticaba), uma requintada bebida preto-púrpura com sabor adocicado. Jabuticaba é o nome de uma pequena fruta tipo uva preta do Brasil.

Café e Chá

O Brasil é conhecido em todo o mundo por seu café forte e de alta qualidade. Café é tão popular que pode dar nome às refeições (assim como arroz na China, Japão e Coréia): no Brasil, o café da manhã é chamado café da manhã (café da manhã), enquanto o café com pão (café com pão) ou café da tarde (tarde café) refere-se a uma refeição leve à tarde. Cafezinho (pequeno café) é uma pequena xícara de café forte e doce, geralmente servido após a refeição em restaurantes (às vezes grátis, basta pedir educadamente). Em restaurantes sofisticados, o café de filtro engarrafado é substituído por xícaras de café expresso mais fortes.

chá, ou chá em português, é mais frequentemente encontrado em sua versão Assam (laranja, de cor clara). Algumas das lojas de chá e cafés mais especializados também oferecem chá verde e Earl Grey.

companheiro é uma bebida tipo chá com um teor de cafeína muito alto. A versão assada, muitas vezes servida gelada, é consumida em todo o país, enquanto chimarrão (também conhecido como mate nos países vizinhos de língua espanhola) é o equivalente quente e amargo encontrado no sul e é popular entre gaúchos (habitantes do Rio Grande do Sul). Tererê é uma variante fria do chimarrão, comum no Mato Grosso do Sul e no estado de Mato Grosso.

Bebidas não alcoólicas

Nada bate água de côco (água coco) em um dia quente. (Ênfase no primeiro o, caso contrário, ele se traduz como "poo" (coco)). Geralmente é vendido como coco gelado no próprio coco, bebido com canudo. Peça aos vendedores com facões para cortar o coco ao meio para que você possa comer a carne depois de beber a água.

Se você quer um Coca no Brasil, peça Coca or Coca Cola, porque “Coke” significa “cola” em português.

guaraná é um refrigerante feito a partir do guaraná, nativo da Amazônia. As principais marcas são Antarctica Forte, este último pertencente à Coca-Cola. Pureza é um refrigerante de guaraná menos conhecido que é particularmente popular em Santa Catarina. Há também um “Guaraná Jesus” que é popular no Maranhão. Quase todas as regiões do Brasil têm suas próprias variedades locais de guaraná, que podem diferir do padrão “guaraná” para melhor ou para pior. Se você for viajar para a Amazônia, não deixe de experimentar um “Baré” gelado, que foi comprado pela “Antarctica” devido à sua popularidade em Manaus e está cada vez mais disponível em todo o norte do Brasil.

tubaína é um refrigerante que já foi muito popular entre os brasileiros (principalmente os nascidos nos anos 70, 80 e início dos anos 90) e hoje é extremamente difícil de encontrar. Costumava ser produzido em massa por “Brahma” antes de se concentrar apenas em cervejas. Se você encontrar um lugar que venda, experimente.

Mineirinho ou mate couro) também é um refrigerante popular feito de guaraná e uma folha típica brasileira chamada Chapéu de Couro. Embora a maioria dos brasileiros diga que tem gosto de grama, os mais velhos (+70 anos) afirmam que essa bebida tem propriedades medicinais.

Suco de fruta

Os sucos de frutas são muito populares no Brasil. Em algumas cidades, como o Rio de Janeiro, há bares de sucos em quase todas as esquinas.

  • Açaí (uma fruta da Amazônia) é deliciosa e nutritiva (rica em antioxidantes) e é amplamente consumida em todos os países. Na Amazônia, é usado como complemento da dieta diária e muitas vezes é consumido com arroz e peixe como a principal refeição do dia. Fora da Amazônia, costuma ser bebido em combinação com pó de guaraná (estimulante) e banana para ajudar na recuperação após uma longa noite de festa. É servido frio e tem a consistência de sorvete macio. Sorvete de açaí também está disponível.
  • Paixão fruta (tenha cuidado se tiver um dia ativo, pois tem um efeito relaxante)
  • Caju (caju) e
  • Garapa: caldo de cana espremido na hora
  • As mangas também são um suco de fruta popular.
  • mangaba
  • umbu
  • vitamina: Milkshake com frutas frescas

Os brasileiros têm muito bom gosto quando se trata de misturar sucos de frutas.

Dinheiro e compras no Brasil

Moeda

A unidade monetária brasileira é o reais (pronuncia-se “hay-AHL”), plural reais (“hay-ICE”), abreviado BRL, ou simplesmente R$. Um real é dividido em 100 centavos. Para ilustrar como os preços são escritos, R$ 1.50 significa um real e cinquenta centavos.

Moedas estrangeiras como dólares americanos ou euros podem ser trocadas nos principais aeroportos e hotéis de luxo (preços ruins), casas de câmbio e principais agências do Banco do Brasil (não outros bancos), onde você precisará do seu passaporte e formulário de entrada.

Banco

Procure um caixa eletrônico com o logotipo do seu cartão de crédito/débito. Agências maiores do Banco do Brasil (que cobram R$ 6.50 por saque) costumam ter uma, e a maioria dos caixas eletrônicos Bradesco, Citibank, BankBoston e HSBC funcionam. O Banco 24 Horas é uma rede de caixas eletrônicos que aceita cartões estrangeiros (e cobra R$ 10 por saque). Os limites de saque são geralmente de R$ 600 (Bradesco) ou R$ 1,000 (BB, HSBC, B24H), por transação e, em qualquer caso, R$ 1,000 por dia. Este último ponto pode ser contornado fazendo vários saques consecutivos, escolhendo diferentes “contas”, ou seja, “cartão de crédito”, “conta corrente”, “conta poupança”. Observe que a maioria dos caixas eletrônicos param de funcionar após as 10h ou apenas dispensam R$ 100.

Em cidades pequenas, pode não haver um caixa eletrônico que aceite cartões estrangeiros. Portanto, você deve sempre levar dinheiro suficiente com você.

As transferências de dinheiro para o Brasil podem ser feitas através do Western Union, que pode ser sacado em uma agência do Banco do Brasil na maioria das cidades, bem como em algumas casas de câmbio.

Os cheques de viagem podem ser difíceis de descontar onde não há casa de câmbio.

A maioria das lojas brasileiras agora aceita todos os principais cartões de crédito. No entanto, algumas lojas online só aceitam cartões emitidos no Brasil, mesmo que tenham a logomarca internacional desses cartões.

As moedas custam R$ 0.05, R$ 0.10, R$ 0.25, R$ 0.50 e R$ 1. Algumas denominações têm vários desenhos diferentes. As notas estão disponíveis nas seguintes denominações: R$2, R$5, R$10, R$20, R$50 e R$100.

Taxas de câmbio

Existem muitas regulamentações governamentais sobre o manuseio de moeda estrangeira. A negociação em qualquer moeda que não seja o real é considerada ilegal no Brasil, embora alguns lugares nas principais cidades e cidades vizinhas aceitem dinheiro estrangeiro e muitas casas de câmbio operam em uma área sombreada. Além disso, as casas de câmbio são quase impossíveis de encontrar fora das grandes cidades. Moedas diferentes de USD e EUR são difíceis de trocar e as taxas são ridículas. Se você quiser trocar dinheiro em um banco, esteja preparado para pagar uma alta comissão. O Banco do Brasil, por exemplo, cobra US$ 15 por cada transação (independentemente do valor).

Tipping

Embora às vezes possam ser dadas gorjetas para certos serviços, suprimentos ou turismo, as gorjetas são muito raras. Geralmente não é esperado em táxis, embora às vezes seja feito arredondamento. Vale ressaltar que muitos restaurantes cobram 10% de taxa de entrega na conta, sem mais gorjetas. Essa cobrança geralmente é baseada na comunidade. Dar gorjeta aos bartenders não é comum.

Loja

Como no resto da América Latina, você encontra joias artesanais em todos os lugares. Em áreas amplamente povoadas por afro-brasileiros, você encontrará mais lembranças de influência africana, incluindo bonecas negras. As jandals Havaianas também são acessíveis no Brasil, e os supermercados costumam ser o melhor lugar para comprá-las – lojas pequenas tendem a vender falsificações. Se você tem espaço no bolso, uma rede de algodão tecido brasileiro também é uma compra bonita e funcional. Outro item interessante e divertido é a peteca, uma espécie de peteca de mão usada no tradicional jogo de mesmo nome, semelhante ao vôlei.

minha

Não é uma má ideia embalar leve e montar um guarda-roupa brasileiro alguns dias depois de chegar. Isso o torna menos visível como turista e lhe dá meses de satisfação quando você volta para casa para se gabar das barganhas que fez toda vez que recebe elogios por suas roupas. Os brasileiros têm seu próprio senso de estilo, o que permite aos turistas – principalmente aqueles que usam camisas havaianas ou sandálias com meias – se destacarem na multidão. Divirta-se comprando e se misture. Outra boa razão para comprar roupas e sapatos no Brasil é que a qualidade geralmente é boa e os preços geralmente são razoáveis. No entanto, isso não é verdade para todas as marcas estrangeiras, pois as importações estão sujeitas a altas taxas de importação. Portanto, não espere preços baratos para marcas como Diesel, Levi's, Tommy Hilfiger, etc. Para saber o tamanho da sua calça brasileira, meça a medida da sua cintura em centímetros, divida por 2 e arredonde para o número par mais próximo.

As vitrines geralmente exibem um preço seguido por “X 5” ou “X 10” e assim por diante. Este é um preço parcelado. O preço apresentado é o preço por parcela, ou seja, “R$ 50 X 10” significa por exemplo 10 parcelas (geralmente mensais) de R$ 50 cada. O preço real geralmente é menor se você pagar em dinheiro.

Certifique-se de que os aparelhos que você compra são de dupla voltagem ou da mesma voltagem do seu país de origem. O Brasil tem uma frequência de 60 Hz, então não compre relógios elétricos ou aparelhos motorizados sem bateria se você mora na Europa ou Austrália. No entanto, a tensão varia de estado para estado e até mesmo de região para região dentro de um estado.

Aparelhos e eletrônicos de fabricação brasileira são caros. Se não, eles geralmente são de baixa qualidade. Todos os eletrônicos são caros em comparação com os preços europeus ou americanos.

O Brasil utiliza um sistema de vídeo híbrido chamado “PAL-M”. NÃO é compatível com o sistema PAL da Europa e Austrália. A televisão começou em preto e branco com o sistema NTSC dos EUA e Canadá, e anos depois com o sistema PAL para sua cor analógica – um sistema totalmente único. Hoje, a maioria dos novos aparelhos de televisão são compatíveis com NTSC. No entanto, o padrão de televisão digital recentemente introduzido não é compatível com o da maioria dos outros países. Dispositivos de vídeo digital, como DVD players, também são compatíveis com o sistema NTSC (todas as cores digitais são as mesmas em todo o mundo), mas certifique-se de que os códigos regionais no DVD, se houver, correspondem ao seu país de origem (o Brasil faz parte da região 4). Os preços dos eletrônicos importados podem ser bastante altos devido ao alto imposto de importação, e não há muita escolha de eletrônicos domésticos. Observe também que o termo “DVD” no Brasil é uma abreviação tanto para o próprio disco quanto para seu player, portanto, seja preciso para evitar confusão.

Embora a força do real faça com que as compras no Brasil não sejam mais baratas, ainda há muitas pechinchas a serem feitas, principalmente em artigos de couro, incluindo sapatos (mas lembre-se que os tamanhos variam). As roupas em geral são uma boa compra, principalmente para as mulheres, para quem há muitas peças estilosas. Os mercados de rua também são uma opção muito boa, mas evite marcas como “Nike” – você pagará mais e provavelmente será falso. Não tenha medo de 'cheirar' um item. Se não parecer certo, provavelmente não é uma farsa! Cuidado com o temido rótulo “Made in China”. Se não estiver lá, provavelmente é brasileiro, mas cuidado: alguns produtos feitos no Brasil são menos robustos que os americanos ou europeus.

Festivais e feriados no Brasil

O Brasil tem os seguintes 13 feriados públicos:

  • Ano Novo - 1 ° de janeiro
  • Carnaval – Fevereiro/Março (móvel – 7 semanas antes da Páscoa. Segunda e Terça-feira são os feriados propriamente ditos, mas as festividades começam normalmente ao Sábado e prolongam-se até Quarta-feira de Cinzas ao meio-dia, altura em que as lojas e serviços reabrem).
  • semana Santa – Março/Abril (móvel) dois dias antes do Domingo de Páscoa
  • Tiradentes - 21 de abril
  • Dia do Trabalhador - 1 ° Maio
  • Corpo de Deus – Maio/Junho (móvel) 60 dias após o Domingo de Páscoa
  • Dia da Independência - 7 de setembro
  • Padroeiro do Brasil e Dia das Crianças - 12 de outubro
  • Dia de Todos os Santos (Finados) - 2 de novembro
  • Proclamação da República - 15 de novembro
  • Natal - 25 de dezembro

Tradições e costumes no Brasil

Os brasileiros tendem a ser muito abertos e falar livremente sobre seus problemas, incluindo questões políticas e outras. Eles também usam muito humor autodepreciativo. Isso permite que você faça piadas sobre os problemas do Brasil quando eles falam sobre esses temas, de forma lúdica. Quando você aponta algo ruim para eles, eles geralmente dão respostas como “Não é nada. Olhe para isso. Isso é muito pior.” Mas não os copie, pois eles podem se ofender se você criticar certas áreas, como o ar livre ou o futebol. Em algumas cidades pequenas, a política local pode ser um assunto delicado e você precisa ter cuidado ao falar sobre isso. Seja sempre educado.

Esteja ciente de que o racismo é uma ofensa gravíssima no Brasil. A maioria dos brasileiros desaprova o racismo (pelo menos em público), e mesmo que você esteja apenas brincando ou pense que conhece sua sociedade, é aconselhável se abster de qualquer coisa que possa ser percebida como racismo. De acordo com a constituição brasileira, o racismo é um crime para o qual não há fiança e com pena de prisão de 6 meses a 8 anos. Isso é levado muito a sério. No entanto, a lei só parece se aplicar a declarações e ações que são aberta e inquestionavelmente racistas. Portanto, seja consciente e respeitoso ao discutir as relações raciais no Brasil; não assuma que você entende a história da desigualdade racial e da escravidão no Brasil melhor do que um brasileiro de cor.

Lembre-se que português não é espanhol, e os brasileiros (e outros falantes de português) ficarão ofendidos se você não tiver isso em mente. As duas línguas podem ser mutuamente inteligíveis até certo ponto, mas diferem consideravelmente em fonética, vocabulário e gramática. Não é uma boa ideia misturar português e espanhol; não espere que as pessoas entendam o que você está dizendo se você inserir (intencionalmente ou não) palavras em espanhol em frases em português.

Vale ressaltar também que os brasileiros são fanáticos por futebol, por isso há confrontos (às vezes violentos) entre times de diferentes cidades, e passear com a camisa de um time em determinadas áreas pode ser considerado polêmico, até perigoso. Falar mal da seleção brasileira de futebol não é considerado um insulto, mas nunca se deve elogiar a seleção argentina ou comparar os dois.

O Brasil está aberto a turistas LGBT. São Paulo possui a maior parada do orgulho LGBT do mundo, e a maioria das grandes cidades tem cenas gays. Esteja ciente, no entanto, de que a homofobia é generalizada na sociedade brasileira e o Brasil não é o paraíso sexual que muitos estrangeiros imaginam. Casais que não se conformam de alguma forma às expectativas heterossexuais tradicionais devem esperar ser assediados verbalmente e encarados se demonstrarem afeto na rua, embora algumas áreas da maioria das grandes cidades sejam muito acolhedoras para a população LGBT e bares e clubes voltados para LGBT são comuns. É melhor perguntar ao redor para descobrir quais áreas são mais conservadoras e quais são mais progressistas.

Rótulo social

  • O beijo na bochecha é muito comum no Brasil, tanto entre mulheres quanto entre mulheres e homens. Quando duas mulheres, ou de sexos opostos, se encontram pela primeira vez, não é incomum que elas se beijem. Dois homens querem apertar as mãos. Um homem beijando a bochecha de outro homem é extremamente estranho para os padrões brasileiros (a menos que seja um relacionamento familiar, descendentes italianos especiais e amigos muito próximos). O beijo é apropriado para ocasiões informais, para se apresentar ou para conhecer alguém, principalmente entre os jovens. O aperto de mão é mais apropriado para ocasiões formais ou entre mulheres e homens quando não se deseja intimidade. Tentar apertar a mão quando lhe oferecem um beijo é considerado estranho, mas nunca rude. Por outro lado, recusar claramente um beijo é um sinal de desprezo.

Quando você se encontra pela primeira vez, dependendo do local, você se beija uma vez (São Paulo), duas vezes (Rio de Janeiro) ou três vezes (por exemplo, Florianópolis e Belo Horizonte) alternadamente na bochecha direita e esquerda. Observe que, ao fazer isso, você não deve se beijar nas bochechas (como na Rússia), mas simplesmente tocar as bochechas e fazer um som de beijo enquanto beija o ar, pois colocar os lábios na bochecha de um estranho é um sinal claro de interesse sexual. Se você não seguir essas regras, dificilmente será considerado rude, especialmente se for conhecido que você é estrangeiro.

  • Muitos brasileiros podem dançar e os brasileiros geralmente estão confortáveis ​​com seus próprios corpos. Ao falar, eles podem ficar mais próximos uns dos outros do que os norte-americanos ou europeus do norte e também tendem a se tocar mais, por exemplo, ombro ou braço, abraços, etc. Isso não é necessariamente flerte por natureza.
  • Os brasileiros adoram beber e ir a botecos e bares faz parte da vida social – às vezes até para quem não bebe álcool. No entanto, bebidas alcoólicas não são permitidas em alguns lugares, como estádios de futebol, e as leis sobre dirigir embriagado tornaram-se cada vez mais rígidas e rigorosamente aplicadas.
  • Os brasileiros não costumam tirar os sapatos assim que chegam em casa, nem esperam que seus visitantes o façam. Portanto, só tire os sapatos ao visitar se seus anfitriões pedirem ou se você os vir fazendo isso.

Etiqueta à mesa

Exceto em situações muito formais, os brasileiros geralmente não prestam atenção ao tom ao comer ou falar. Os restaurantes tendem a ser ambientes relativamente barulhentos e alegres, principalmente se houver mesas com grandes grupos de pessoas.

A maioria das refeições é feita com garfo/colher e faca, mas há algumas coisas que você pode comer com as mãos. Se você não tem certeza se deve cortar as coisas um pouco mais curtas com a faca ou apenas pegar algo com as mãos, observe o comportamento das pessoas ao seu redor e imite-as – ou apenas pergunte.

Arrotar é considerado falta de educação, a menos que você esteja com amigos ou parentes muito próximos. Os brasileiros costumam colocar a faca e o garfo paralelos no prato para sinalizar que terminaram.

Se você pedir uma cerveja ou um refrigerante e houver um copo com ele, os garçons podem reabastecer para você de vez em quando quando virem esvaziar. Eles geralmente recolhem as garrafas e latas vazias sem pedir a você.

Cultura do Brasil

Devido às dimensões continentais do Brasil, sua geografia, história e população diversificadas, a cultura do país é rica e variada. Possui diversas variações regionais e, apesar de ser majoritariamente unida por um idioma, algumas regiões são tão diferentes que parecem países diferentes.

Música desempenha um papel importante na identidade brasileira. Estilos como chorosamba bossa nova são considerados autenticamente brasileiros. A música caipira também tem suas raízes na sertanejo, o equivalente nacional da música country. MPB é a sigla para música popular brasileira, que agrupa vários estilos nacionais em um único termo. forró, um estilo de música de dança animada do nordeste, também se espalhou por todo o país. Novos estilos urbanos incluem medo – nome dado a um gênero de música de dança carioca favelas que mistura batidas eletrônicas pesadas com rap muitas vezes atrevido - e techno-brega, um popular para agradar a multidão nos estados do norte que funde pop romântico, dance music e ritmos caribenhos.

Uma mistura de artes marciais, dança, música e jogos. Capoeira era trazidas para o Brasil por escravos africanos, principalmente das colônias portuguesas de Angola. Caracteriza-se por movimentos espirituosos e complexos, acompanhados de música, e pode ser visto e praticado em muitas cidades brasileiras.

Na música erudita, o período moderno é particularmente marcado pelas obras de compositores como Heitor Villa-Lobos e Camargo Guarnieri, que criaram uma escola tipicamente brasileira misturando elementos da música erudita tradicional europeia com ritmos brasileiros, enquanto outros compositores como Cláudio Santoro seguiu as diretrizes da Segunda Escola de Viena. No período romântico, o maior nome é Antonio Carlos Gomes, autor de algumas óperas de estilo italiano com temas tipicamente brasileiros, como Il Guarany Lo Schiavo. No período Clássico, o nome mais destacado é José Maurício Nunes Garcia, padre que escreveu música sacra e secular e foi muito influenciado pelo estilo clássico vienense do século XVIII e início do século XIX.

candomblé Umbanda são religiões de origem africana que sobreviveram ao preconceito e perseguição e ainda têm muitos adeptos no Brasil. Seus locais de culto são chamados terreiros e muitos estão abertos aos visitantes.

Indígena traços estão por toda parte na cultura brasileira, da culinária ao vocabulário. Numerosos grupos e tribos indígenas ainda vivem em todas as regiões do Brasil, embora muitos deles tenham sido fortemente influenciados pela cultura ocidental e várias das línguas indígenas sobreviventes do país correm o risco de desaparecer completamente. O modo de vida tradicional e as expressões gráficas do grupo indígena Wajãpi no estado do Amapá foram declarados Patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO.

A Globo, maior canal de televisão nacional, também desempenha um papel importante na formação da identidade nacional. Nove em cada dez domicílios possuem aparelho de televisão, que é a principal fonte de informação e entretenimento para a maioria dos brasileiros, seguido pelo rádio. A televisão transmite esportes, filmes, notícias locais e nacionais, bem como telenovelas (novelas) – séries de 6 a 10 meses que se tornaram uma das principais exportações culturais do país.

Fique Seguro e Saudável no Brasil

Fique Seguro no Brasil

A lei exige que todos carreguem um documento de identificação com foto o tempo todo. Para um estrangeiro, este é o seu passaporte. No entanto, a polícia geralmente será pragmática e aceitará uma fotocópia colorida laminada.

Crime

Até o brasileiro mais patriota diria que o maior problema do país é o crime. O Brasil é um dos países mais criminalizados do mundo; como resultado, a taxa de criminalidade é alta, mesmo para uma nação em desenvolvimento. Batedor de carteiras e roubos são comuns, mas talvez ainda mais assustadores para os visitantes – e também infelizmente comuns – são os assaltos à mão armada que visam tanto moradores quanto turistas. Criminosos armados às vezes roubam hotéis (de pousadas a resorts de luxo) e até ônibus turísticos, ou cometem assaltos à mão armada em plena luz do dia em áreas movimentadas.

A maioria dos visitantes do Brasil viaja sem incidentes, e alguns cuidados podem reduzir bastante a probabilidade de se tornar vítima de um crime. No entanto, mesmo com essas precauções, a probabilidade de um incidente ruim pode não ser desprezível. Leia os artigos sobre diferentes cidades/regiões para obter conselhos sobre cidades ou locais específicos. Em geral, com exceção de algumas áreas rurais ricas e pequenas cidades (especialmente no sul do país), a maior parte do Brasil não é particularmente segura. Portanto, é aconselhável não expor objetos de valor em locais públicos, evitar ruas desertas à noite e principalmente evitar cidades ou bairros pobres e degradados. Brasileiros e turistas às vezes tiro sem aviso como eles entram em certas áreas, seja de carro ou a pé. Se você deseja visitar um favela (favela) ou uma aldeia indígena, use um operador turístico respeitável e licenciado.

Os ônibus intermunicipais geralmente são seguros, mas nas grandes cidades, os terminais de ônibus intermunicipais geralmente estão localizados em partes degradadas e inseguras da cidade. Portanto, é aconselhável pegar um táxi de e para o terminal em vez de caminhar. Nas áreas turísticas, os turistas são frequentemente vistos como “jogo justo” para os criminosos, por isso é melhor não parecer um turista. Por exemplo, evite ser visto com uma câmera grande ou um guia (deixe-os na mochila e use-os discretamente apenas quando necessário), ou vista-se de maneira radicalmente diferente dos locais. É perfeitamente normal parar os moradores às vezes para fazer perguntas, mas evite parecer angustiado e vulnerável em público.

Segurança na estrada

O assassinato é provavelmente o medo número um dos visitantes do Brasil, mas as mortes no trânsito são quase tão comuns quanto os assassinatos. De fato, o risco de uma fatalidade no trânsito no Brasil é comparável ao de países com baixo histórico de segurança viária, como Malásia ou Vietnã. Isso pode ser uma surpresa, já que o trânsito no Brasil, especialmente nas grandes cidades, parece relativamente bem organizado em comparação com esses países. O Brasil tem sua parcela de motoristas irresponsáveis ​​que não respeitam os limites de velocidade, dirigem sob efeito de álcool e às vezes ignoram os semáforos. Portanto, mantenha sempre os olhos abertos ao atravessar a estrada, mesmo que as luzes de pedestres estejam verdes e os carros parados – você nunca sabe quando uma motocicleta pode aparecer entre dois carros.

Em algumas partes do país, especialmente no norte, as estradas são frequentemente mal conservadas e a fiscalização do trânsito é bastante negligente. Embora às vezes inevitáveis, as viagens rodoviárias muito longas dentro do país não devem ser negligenciadas se for possível voar.

Mantenha-se saudável no Brasil

A comida de vendedores ambulantes e de praia tem uma má reputação de higiene no Brasil. Quanto mais tarde no dia, pior é. Bebidas engarrafadas ou enlatadas são seguras, embora algumas pessoas insistam em usar um canudo para evitar o contato com a parte externa do recipiente.

Esteja ciente do calor e da umidade ao armazenar alimentos perecíveis.

A água da torneira varia de lugar para lugar (pode ser contaminada, salgada ou clorada, ou simplesmente potável) e os próprios brasileiros geralmente preferem tê-la filtrada.

Fontes de água (bebedouro) são frequentemente encontrados em aeroportos, rodoviárias, hotéis baratos e shopping centers, mas nem sempre são seguros. Nas cozinhas dos hostels, procure a torneira com o filtro cilíndrico acoplado. Os hotéis mais caros geralmente não têm fontes acessíveis ao público, e os quartos têm minibares que vendem água mineral a preços extremamente inflacionados – comprar água engarrafada na loja é sempre a melhor alternativa.

A vacinação contra a febre amarela e a medicação antimalárica podem ser necessárias se você estiver viajando para as regiões centro-oeste (Mato Grosso) ou norte (Amazônia). Se você estiver chegando do Peru, Colômbia ou Bolívia, é necessário o comprovante de vacinação contra febre amarela antes de entrar no Brasil. Alguns países, como Austrália e África do Sul, exigem comprovante de vacinação contra febre amarela antes de permitir a entrada se você esteve em qualquer parte do Brasil na semana anterior. Verifique os requisitos de cada país para onde você viajará do Brasil. A costa brasileira também está sob risco de dengue, e o surto em curso (desde 2016) do vírus Zika na América Latina atingiu fortemente o Brasil, com mais de 60,000 casos confirmados.

Os hospitais públicos são geralmente superlotados e terríveis, mas atendem todo tipo de pessoa, inclusive estrangeiros. A maioria das cidades com pelo menos 60,000 habitantes tem bons cuidados de saúde privados.

Os dentistas são numerosos e muito mais baratos do que na América do Norte e na Europa Ocidental. Em geral, a qualidade de seu trabalho é consistente, mas peça conselhos e recomendações a um local.

O número de emergência é 190, mas você deve falar português.

Observe que o ar condicionado em aeroportos, ônibus intermunicipais, etc. costuma ser muito forte. Leve roupas de manga comprida para lugares com ar condicionado.

Embora o Brasil seja amplamente conhecido como um país onde o sexo está disponível gratuitamente, às vezes é incompreendido quando se trata de HIV. O Brasil possui um dos melhores programas de prevenção ao HIV e, como resultado, uma taxa de infecção muito baixa em comparação com a maioria dos países. Os preservativos são fortemente promovidos por meio de campanhas governamentais durante o Carnaval e distribuídos gratuitamente pelos serviços médicos públicos locais.

Ásia

África

Austrália e Oceania

América do Sul

Europa

América do Norte

Leia Próximo

Belo Horizonte

Belo Horizonte é a sexta maior cidade do Brasil, a décima terceira maior cidade da América do Sul e a décima oitava maior cidade das Américas. A cidade funciona como o centro...

Brasília

Brasília é a capital federal do Brasil e a sede da administração do Distrito Federal. A cidade está localizada na região centro-oeste do...

Florianópolis

Florianópolis é a capital e segunda maior cidade do estado brasileiro de Santa Catarina, localizado na região sul do país. Ele é composto...

Fortaleza

Fortaleza é a capital do estado do Ceará, no nordeste do Brasil. Fortaleza é a quinta maior cidade do Brasil, com uma população de cerca de...

Porto Alegre

Porto Alegre é a capital do estado e maior cidade do Rio Grande do Sul no Brasil. Fundada em 1769 por Manuel Seplveda, é...

Recife

Recife é a sexta maior região metropolitana do Brasil, com 3,743,854 habitantes, a maior região metropolitana das Regiões Norte/Nordeste, a sexta maior área de influência metropolitana do...

Rio De Janeiro

O Rio de Janeiro, ou simplesmente Rio, é o segundo maior município do Brasil e o sexto maior das Américas. A metrópole serve como o centro da...

Salvador da Bahia

Salvador, muitas vezes escrito São Salvador e Salvador da Bahia, é a capital da Bahia, Brasil. É a maior cidade propriamente dita do Nordeste...

Santos

Santos é um município brasileiro do estado de São Paulo que foi criado em 1546 pelo senhor português Brás Cubas. Situa-se parcialmente...

São Paulo

São Paulo é um município da região sudeste do Brasil. De acordo com o GaWC, a metrópole é uma cidade global alfa e a mais popul...