Sábado, Maio 21, 2022

Fique seguro e saudável nas Bahamas

América do NorteBahamasFique seguro e saudável nas Bahamas

Ler a seguir

Fique seguro

Em meados de 2007, o país já registrava 42 assassinatos. A contagem de assassinatos em 2010 foi de 96. As estatísticas policiais mostrarão que a maioria dos assassinatos está ligada à violência doméstica ou disputas relacionadas a gangues, principalmente alimentadas pela competição no comércio ilegal de drogas. Em 2011, o Comissário da Força Policial Real das Bahamas afirmou que a grande maioria das vítimas de assassinato em New Providence (Nassau), já eram bem conhecidas da polícia. Um relatório feito por um organismo internacional afirmou que as Bahamas estão entre as primeiras em crimes cometidos contra as mulheres. No entanto, para manter boas relações locais e internacionais, a polícia aumentou sua presença e o sistema judicial prometeu fazer uma “justiça rápida”.

Os visitantes devem ter cuidado e bom senso ao visitar as Bahamas. Os crimes violentos aumentaram recentemente e a Embaixada dos Estados Unidos recebeu vários relatos de ataques sexuais a turistas americanos, incluindo meninas adolescentes.

Armas de fogo

É ilegal importar uma arma de fogo ou munição para as Bahamas ou possuir uma arma de fogo no país sem a permissão apropriada. Os turistas que chegam em barcos particulares são obrigados a declarar as armas de fogo à alfândega das Bahamas e deixar as armas no barco enquanto estiverem nas Bahamas. As penalidades por posse ilegal de arma de fogo ou munição são rígidas e podem envolver multas pesadas, longas penas de prisão ou ambos.

Penalidades

As penalidades por infringir a lei podem ser mais severas do que nos Estados Unidos para crimes semelhantes. Pessoas que violam as leis das Bahamas, mesmo sem saber, podem ser expulsas, presas ou presas. A fiscalização policial é agressiva em áreas turísticas, pois os traficantes costumam freqüentar áreas onde os turistas se reúnem. As penas por posse, uso ou tráfico de drogas ilegais nas Bahamas são rígidas e os infratores condenados podem esperar sentenças de prisão e multas pesadas.

Fique saudável

A taxa de prevalência de HIV/AIDS em adultos atingiu 3.0% ou 1 em 33 adultos.

Como viajar para as Bahamas

De aviãoOs maiores aeroportos das Bahamas estão na capital Nassau em New Providence e Freeport em Grand Bahama. Aeroportos menores estão espalhados por todas as outras ilhas. As Bahamas têm seis aeroportos internacionais, sendo o maior o Aeroporto Internacional Lynden Pindling, localizado a oeste de Nassau.

Como viajar pelas Bahamas

De avião A Bahamasair oferece uma rede abrangente que sai de Nassau e cobre a maioria dos centros populacionais. No entanto, as tarifas são altas, as frequências são baixas, as aeronaves são pequenas e a companhia aérea é conhecida por longos atrasos. Muitos viajantes com pressa preferem voos charter.De ônibus Nassau/New Providence tem um sistema de ônibus chamado...

Requisitos de visto e passaporte para as Bahamas

Estrangeiros dos seguintes países/territórios não precisam de visto para visitar as Bahamas: Samoa Americana, Andorra, Anguilla, Antígua e Barbuda, Argentina, Armênia, Aruba, Austrália, Áustria, Azerbaijão, Açores, Bahrein, Bangladesh, Barbados, Bélgica , Belize, Bermudas, Bolívia, Bósnia e Herzegovina e Turquia. Herzegovina, Botswana, Brasil, Brunei Darussalam, Bulgária, Canadá, Cabo...

Destinos nas Bahamas

IlhasNew Providence (Nassau, Paradise Island)Dominadas pela capital Nassau e conectadas à pequena ilha de Paradise, que abriga o gigantesco complexo de cassinos Atlantis.Grand BahamaUm playground ecológico composto por um sistema de cavernas submarinas de calcário. O Centro de Ecoturismo, que oferece passeios de descoberta da natureza, parques nacionais e jardins botânicos. BiminiAbacos e...

Acomodações e hotéis nas Bahamas

As acomodações nas Bahamas são caras e praticamente não há acomodações em estilo hostel. Os hotéis mais baratos começam em torno de US$ 70 e a maioria dos hotéis custa US$ 200-300/noite, com os melhores resorts facilmente ultrapassando os US$ 500. No entanto, as promoções podem ser feitas na baixa temporada de verão. Observe que as Bahamas cobram um "Serviço...

Comida e bebida nas Bahamas

Comida nas BahamasComo seria de esperar de uma nação insular, frutos do mar são muito populares. O prato nacional é a concha (pronuncia-se "conk" com um K duro), um tipo de molusco servido frito ("rachado") ou cru com raspas de limão, e como em outras partes do Caribe, o acompanhamento clássico é...

Dinheiro e compras nas Bahamas

A moeda nacional é o dólar das Bahamas (B$), mas é indexado ao dólar americano na base de 1:1, e os dólares americanos são aceitos em todos os lugares pelo valor nominal. Portanto, os americanos não precisam trocar dinheiro, e muitas lojas para turistas até dão troco em dólares americanos. Tenha cuidado...

Festivais e feriados nas Bahamas

FestivaisO maior evento do calendário das Bahamas é o Junkanoo, um carnaval de rua que acontece no Boxing Day (26 de dezembro) e no Ano Novo (1 de janeiro). Bandas Junkanoo desfilam pelas ruas das cidades, especialmente em Nassau, vestindo fantasias de papel crepom espetaculares, mas descartáveis, e tocando a característica...

Cultura das Bahamas

Nas ilhas exteriores menos desenvolvidas (ou ilhas familiares), a cestaria é feita de folhas de palmeira, entre outras coisas. Este material, comumente conhecido como "palha", é tecido em chapéus e bolsas, que são itens turísticos populares. Outro uso é para "bonecos de vodu", embora esses bonecos sejam um produto da...

História das Bahamas

O povo Taino se estabeleceu no sul desabitado das Bahamas de Hispaniola e Cuba por volta do século 11, depois de migrar para lá da América do Sul. Eles se tornaram o povo Lucayan. Estima-se que 30,000 Lucayans estavam vivendo nas Bahamas no momento da chegada de Colombo em 1492.Christopher...

Ásia

África

América do Sul

Europa

Mais populares